Última hora
This content is not available in your region

O espetáculo chega "a casa" no Dia Europeu da Música

euronews_icons_loading
O espetáculo chega "a casa" no Dia Europeu da Música
Tamanho do texto Aa Aa

Os festivais de verão estão de regresso a França este fim de semana, no exato dia do solstício e em pleno Dia Europeu da Música. Um dos primeiros é difundido no domingo, tendo o terraço da Euronews como palco.

O projeto "The Show Must Go Home" permitiu trazer de volta ao palco os artistas, mas também os outros profissionais que trabalham nos bastidores ("backstage") para nos permitir desfrutar dos espetáculos.

Dimanche à 18h, notre émission présentée par Mat Bastard fera escale à Lyon sur le toit de Euronews ! Stay tuned

Publiée par Show Must Go Home sur Jeudi 18 juin 2020

É o caso de Marc-Antoine Haffreingue, diretor técnico deste festival e chefe de uma equipa que integra trabalhadores intermitentes do setor dos espetáculos, que ficaram privados de trabalho e remunerações quando a pandemia da Covid-19 bloqueou a Europa em meados de março.

Marc-Antoine sente estar em curso um processo de "reabertura progressiva" dos palcos.

"De uma forma diferente como aqui, num terraço, no topo da Euronews, mas esta é uma forma de toda a gente poder recomeçar a trabalhar", salienta-nos este profissional dos bastidores, conhecedor de algumas situações complicadas provocadas pela suspensão repentina dos espetáculos há três meses.

Os artistas também foram atingidos, mas tendo a internet como veículo muitos encontraram forma de, pelo menos, continuar a promover o respetivo trabalho e a apelar a doações do público para suportar o continuar da concretização dos respetivos talentos e criatividade em novas produções.

"The Show Must Go On"

A verdade que "o espetáculo tem de continuar". Porque o público precisa de arte e cultura, mas também há muitas pessoas dependentes deste setor para viver, como nos sublinhou o DJ francês Klément Bonelli.

"Precisamos de viver e com este festival podemos mostrar as nossas produções e a nossa música.Podemos até conseguir atrair novos públicos, mais disponíveis para descobrir música nova através dos ecrãs. Quem sabe se haver mais pessoas a ver-nos pelos ecrãs seja uma solução para mais tarde também haver mais gente nos concertos", desejou Klément Bonelli.

Francisco Marques/ Euronews
Reportagem da Euronews durante o registo das atuações do festivalFrancisco Marques/ Euronews

De facto, com um cartaz exclusivamente francês este domingo para celebrar também a tradicional Festa da Música em França no Dia Europeu da Música, duas celebrações associadas desde 1982, para descobrir estes artistas basta ter um ecrã ligado à internet em qualquer parte do mundo.

Porque, como nos diz o vocalista dos Skip the Use, "a música e a cultura são internacionais".

"A Covid é provocada por um virus que não quer saber de nacionalidades, de religiões, se se trata de mulheres ou de homens. Não quer saber de diferenças. A cultura é igual", sublinha Mat Bastard.

Francisco Marques/ Euronews
Mat Bastard durante as entrevistas via internet que integram o programa do festivalFrancisco Marques/ Euronews

"Estar no terraço da Euronews é como estar no topo da Europa, é muito importante para dizer a todos os europeus para se manterem unidos, ligados e para deixarem a música e as artes continuarem a ser artes", concluiu o também apresentador deste "The Show Must Go Home" (tr.: O espetáculo tem de chegar a casa").

Ofestival é emitido este domingo pelos canais oficiais de Facebook e Youtube do projeto. Começa pelas 17h, hora de Lisboa, incluindo pequenas entrevistas e atuações dos projetos Last Train, Skip the Use, Poupie, L.E.J. e DJ Klément Bonelli.