Última hora
This content is not available in your region

Polícia britânica não procura mais suspeitos em Reading

euronews_icons_loading
Polícia britânica não procura mais suspeitos em Reading
Direitos de autor  Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Os motivos que levaram ao esfaqueamento mortal num jardim da cidade inglesa de Reading são ainda desconhecidos. Mas as autoridades britânicas consideram que este ataque, que deixou três mortos e três feridos graves, foi um ato terrorista. Um homem de 25 anos, de nacionalidade líbia, foi detido no local.

A polícia metropolitana anunciou que "até agora, não há indícios do envolvimento doutras pessoas, não havendo portanto buscas nesse sentido".

Também foi descartada qualquer ligação com a manifestação Black Lives Matter, que decorreu no mesmo sítio algumas horas antes.

O primeiro-ministro Boris Johnson declarou, entretanto, caso se confirmem os contornos deste ataque, não vai "hesitar em introduzir mudanças no sistema legal para impedir atos desta natureza", tal como aconteceu recentemente com o fim da redução de penas relacionadas com crimes terroristas.

Durante a noite, a polícia efetuou buscas num apartamento a cerca de um quilómetro de Forbury Gardens, o local onde o esfaqueamento foi presenciado por várias dezenas de testemunhas. É o terceiro ataque do género no Reino Unido no espaço de sete meses.