EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Protestos contra reforma constitucional resultam em 140 detenções

Protestos contra reforma constitucional resultam em 140 detenções
Direitos de autor AP Photo/Alexander Zemlianichenko
Direitos de autor AP Photo/Alexander Zemlianichenko
De  Bruno Sousa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Manifestantes denunciam irregularidades no referendo e pretendem recorrer à justiça para impedir reforma consitucional

PUBLICIDADE

Mais de 140 pessoas foram detidas em Moscovo depois de mais um protesto contra a reforma constitucional proposta pelo governo russo e aprovada em referendo com 78% dos votos. Os manifestantes contestam o resultado e juntaram-se com o objetivo de recolher assinaturas para tentar impedir em tribunal as mudanças na Constituição, de acordo com a organização, a petição foi assinada por mais de cinco mil pessoas.

Os protestos não se limitaram à capital russa. Na segunda cidade do país, São Petersburgo, várias centenas de pessoas também fizeram ouvir a sua voz contra o regime liderado por Vladimir Putin mas não houve registo de detenções.

Apesar do parlamento russo ter poder para decidir alterações na Constituição, o presidente russo insistiu na realização de uma consulta popular. O escrutínio foi realizado ao longo de cinco dias, sem observadores independentes e com várias queixas de irregularidades.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Geórgia numa encruzilhada à medida que lei da influência estrangeira aprofunda divisões

Forças de segurança realizam operações na capital da Nova Caledónia para controlar onda de violência

Presidente da Geórgia garante em entrevista à Euronews que vai vetar lei dos "agentes estrangeiros"