Última hora
This content is not available in your region

British Airways deixa os Boeing 747 em terra

euronews_icons_loading
Boeing 747
Boeing 747   -   Direitos de autor  Mark Lennihan/AP
Tamanho do texto Aa Aa

É uma baixa de peso em tempos de pandemia: a British Airways anunciou a retirada de circulação dos Boeing 747, modelo que ostentou até há pouco tempo o título de maior avião de passageiros do mundo.

A profunda crise que atravessa o setor dos transportes aéreos assim o ditou, tendo em conta a queda drástica de trajetos efetuados. Ficam assim em terra os 31 aparelhos que compõem a frota da companhia britânica.

O chamado "Jumbo Jet" começou a voar em 1970, podendo transportar até 400 passageiros. A British Airways, que pertence ao mesmo conglomerado da Iberia (IAG), já anunciou a supressão de 12 mil postos de trabalho.