Covid-19 "contamina" Bola de Ouro 2020

Covid-19 "contamina" Bola de Ouro 2020
Direitos de autor Kamil Zihnioglu/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Revista "France Football" decide suspender pela primeira vez na história a entrega do prémio criado em 1956 para distinguir os melhores futebolistas

PUBLICIDADE

"Para circunstâncias excecionais, disposições excecionais". É desta forma que a revista "France Football" começa por justificar a inédita decisão de pela primeira vez na história suspender a entrega do prémio Bola de Ouro, criado em 1956.

O motivo prende-se com o impacto da pandemia de Covid-19 no futebol mundial, suspendendo durante meses a maior parte dos campeonatos nacionais, cancelando mesmo alguns como as Ligas francesa e holandesa, ou adiando torneios como o Europeu de Futebol, o que permitiu a Portugal, diga-se, tornar-se sem o desejar no primeiro campeão europeu a deter o título por cinco anos.

A decisão da revista francesa vai permitir ao argentino Lionel Messi e à norte-americana Megan Rapinoe guardarem por mais um ano os títulos conseguidos em 2019.

O jogador do Barcelona é, aliás, o futebolista que mais vezes conquistou a Bola de Ouro (6), seguido pelo Cristiano Ronaldo (5).

O argentino está a terminar uma época abaixo do nível habitual. O português seria de novo um dos grandes favoritos.

A avançada do Reign FC , de Seattle, foi a segunda mulher galardoada com o prémio, atribuído também ao futebol feminino desde 2018.

Para o chefe de redação da France Football, "não se pode comparar maçãs com peras" e há ainda o formato especial da Liga dos Campeões com uma inédita fase final entre oito equipas, em regime "playoff", a jogar em agosto em Portugal.

Quer dizer, íamos ter em competição jogadores com 35 ou 40 jogos nas pernas com outros com apenas 20 ou 25.

Não podemos esquecer também que em anos, digamos, ocos, porque não vai haver Euro, o que define a Bola de Ouro é a Liga dos Campeões.

Este ano, a prova vai concluir-se com novas regras, por isso não é possível assimilar isto tudo.
Pascal Ferré
Chefe de redação da "France Football"
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Karim Benzema vence Bola de Ouro

Três portugueses na corrida à Bola de Ouro

Luka Modric vence Bola de Ouro e deixa Ronaldo em segundo