Última hora
This content is not available in your region

Bares e esplanadas vazias na Catalunha

euronews_icons_loading
Bares e esplanadas vazias na Catalunha
Direitos de autor  Emilio Morenatti/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar das fronteiras abertas, de um sol radioso e muita animação em perspetiva, o turismo espanhol não é o que era, em especial na Catalunha onde os recentes surtos de Covid-19 causam algum receio. A prova são os bares e "pubs" vazios.

Mike Sleigh, proprietário de um pub, diz que "no ano passado, todas as mesas estavam cheias. A cozinha funcionava a todo o vapor. Muitos clientes iam-se embora porque não havia lugar. Este ano são apenas um punhado de pessoas".

Turistas como o britânico Matthew Dixon, que decidiu celebrar os seus 50 anos em Espanha mas com cautelas. "Desde que tenhamos a nossa própria proteção e sejamos responsáveis, por nós e pelos outros, não deveremos ter problemas mas em todo lado agora é gel e máscaras. Só podemos mesmo tirar as máscaras quando estamos a beber ou comer", desabafa.

Higiene e distanciamento físico, é o que basta para alguns turistas. É o caso do holandês, Alexander, que, consciente do vírus, deixa a Andaluzia para visitar o país vizinho. "Nós olhámos para o que se estava a passar, pensámos que seria seguro e agora estamos a olhar para Portugal. Vamos a Portugal, existem alguns problemas, como nalguns pontos de Espanha, mas nós não vamos para esses locais", revela.

O ministério da Saúde espanhol anunciou esta quinta-feira ter registado 971 novos contágios em 24 horas, um recorde depois do confinamento. Os surtos mais importantes verificam-se em Aragão, Catalunha, e Navarra.