Última hora
This content is not available in your region

Catalunha assinala três anos sobre ataque terrorista

euronews_icons_loading
Tributo em Barcelona
Tributo em Barcelona   -   Direitos de autor  AP Photo
Tamanho do texto Aa Aa

O som do violoncelo fez-se ouvir esta segunda-feira pelo centro de Barcelona seguido de momentos de silêncio, uma cerimónia para recordar o trágico ataque ocorrido em Barceliona e na localidade de Cambrils na Catalunha.

Foi há três anos, no dia 17 de agosto que um ataque terrorista causou 16 mortos e mais de uma centena de feridos.

Eram cinco da tarde quando uma carrinha irrompeu pela rua principal de Las Ramblas no centro de Barcelona atropelando dezenas de pessoas. Esta segunda-feira no mesmo local teve lugar um tributo.

Os familiares das vítimas, empunhando cravos brancos, participaram na cerimónia. Uma cerimónia da qual os políticos se mantiveram em segundo plano.

Entre os presentes contou-se Quim Torra, presidente do governo regional da Catalunha, e Salvador Illa, ministro da saúde.

O autor do massacre no centro de Barcelona foi um jovem de origem marroquina, cinco outros terroristas levaram a cabo um ataque em Cambrils.

De acordo com a investigação, os ataques foram improvisados depois de terem falhado planos relativos a fazer explodir a catedral da Sagrada Família.