Última hora
This content is not available in your region

Bares de Madrid são oásis para turistas que fogem ao confinamento

euronews_icons_loading
Bares de Madrid são oásis para turistas que fogem ao confinamento
Direitos de autor  Paul White/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Madrid resiste à tendência para o confinamento que se verifica na Europa e as portas da cidade estão abertas para o mundo. Os raios de sol convidam, bares e restaurantes recebem e as esplanadas estão cheias. A quebra no número de casos de covid-19 na capital espanhola permitiu a flexibilização das medidas de restrição em vigor.

Agradecem os madrilenos, mas não só. De acordo com a comunicação social local, chegam a Madrid até 2 500 turistas por fim de semana provenientes de França, mas a fama de Madrid como refúgio anti-confinamento não se limita ao país vizinho e já chegou a toda a Europa.

A festa começa nos bares e restaurantes mas segue pela noite fora, mesmo que os clubes noturnos fechem às onze da noite. No fim de semana passado, as autoridades terminaram com 421 festas ilegais em apartamentos da capital.

Para a polícia espanhola, a criatividade na hora de contornar a lei não conhece limites. José Luis Morcillo, Comissário da Polícia Municipal de Madrid, refere que no fim de semana passado tiveram de "intervir em joalharias, garagens ou armazéns, tudo o que possa servir para acolher pessoas".

Madrid seguiu um caminho diferente contra a covid-19, permitindo uma maior atividade do setor turístico e da hotelaria, que emprega 13% dos trabalhadores em Espanha. Com quatro milhões de desempregados no país, Madrid tenta equilibrar a saúde e a economia.

A capital espanhola aproveitou-se do confinamento na Europa e o PIB da região cresceu 4,4% no último trimestre de 2020. O equilíbrio, no entanto, não é fácil de atingir e Madrid lidera também a taxa de incidência de covid-19 em Espanha.