Última hora
This content is not available in your region

Vida em Madrid começa a voltar ao normal

euronews_icons_loading
Vida em Madrid começa a voltar ao normal
Direitos de autor  Manu Fernandez/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Numa cidade do extremo norte da Europa, esta seria uma imagem comum, mas há muito que Madrid não via nada assim. As escolas na capital espanhola estão fechadas, pelo menos até ao dia 18, devido à neve, que cobre completamente as ruas. As autoridades e os particulares têm dificuldade em dar conta do recado, até porque o frio e os fortes nevões que têm caído por culpa da tempestade Filomena fizeram vários estragos, alguns importantes, nomeadamente em canalizações de aquecimento.

Algumas ruas madrilenas continuam intransitáveis: "Está tudo muito caótico. Nas ruas principais não há problema, porque há mais recursos. Mas nas ruas secundárias, que não são tão comerciais, só daqui a três ou quatro dias é que as pessoas vão poder sair", diz um transeunte.

O exército está a limpar os acessos aos hospitais, essenciais neste tempo de pandemia.

O aeroporto de Barajas reabriu, depois de ter estado fechado durante o fim de semana, com a neve a impedir a descolagem e aterragem dos aviões. O nevão também deixou várias estradas intransitáveis e 1500 pessoas bloqueadas nos carros. O trânsito já flui outra vez e as principais estradas da região madrilena voltaram a abrir.