Última hora
This content is not available in your region

Avançado do Real Madrid contrai Covid-19

Mariano Diaz estão em isolamento e pode falhar eventual presença em Lisboa
Mariano Diaz estão em isolamento e pode falhar eventual presença em Lisboa   -   Direitos de autor  AP Photo/Manu Fernandez/ Arquivo
Tamanho do texto Aa Aa

Depois de Sergio Agüero, do Manchester City, e Kylan Mbappé, do Paris Saint-Germain, agora há também um jogador do Real Madrid em risco de falhar a fase final da Liga dos Campeões.

O dominicano Mariano Diaz foi diagnosticado com Covid-19. O clube "merengue" confirmou a doença em comunicado e informou que o jogador está em isolamento e bem de saúde, sem colocar para já de parte que o avançado possa vir jogar em Portugal, se os "blancos" se apurarem para a "final-8" de Lisboa.

Pouco utilizado esta temporada, Mariano soma apenas cerca de 90 minutos em campo distribuídos por sete partidas, mas com um ponto muito alto: um dos golos do triunfo (2-0) em Camp Nou.

De acordo com o jornal As, o avançado resgatado pelo Real Madrid ao Lyon em 2018 tem um salário a rondar os €4,5 milhões por época e contrato até junho de 2023.

Pelas redes sociais, o jogador dominicano reagiu ao anúncio da doença, disse estar bem, em isolamento, com a família por perto e ansioso por voltar a trabalhar junto do plantel. O que só poderá fazer após os 14 dias de quarentena e se vencer o novo coronavírus.

Mariano divulgou ainda um vídeo curioso pelo Instagram.

View this post on Instagram

Who knew...

A post shared by Mariano Díaz (@marianodiazmejia) on

O Real Madrid tem ainda de jogar a segunda-mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões contra o Manchester City, de Pep Guardiola, Bernardo Silva e João Cancelo.

Em casa, a equipa de Zidane perdeu por 2-1, mas com os "merengues", na "Champions", tudo é possível.

Se ultrapassar os "citizens", o Real Madrid pode ficar com reencontro marcado para Lisboa co Cristiano Ronaldo, caso a Juventus também consiga a "remontada" da derrota por 1-0 sofrida em França, diante do Lyon, de Anthony Lopes.