Última hora
This content is not available in your region

Doadores prometem milhões em troca de reformas

euronews_icons_loading
Doadores prometem milhões em troca de reformas
Direitos de autor  Christophe Simon/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

As tensões continuam elevadas no Líbano.

Manifestantes confrontaram-se este domingo pelo segundo dia consecutivo nas ruas de Beirute num braço-de-ferro travado com o governo que responsabilizam pela explosão na zona portuária ocorrida no dia 4 de agosto.

A coligação governamental no poder começa a acusar o desgaste. A ministra da informação Manal Abdel Samad apresentou a demissão este domingo.

Entretanto, enquanto decorrem as operações de limpeza crescem as promessas de auxílio internacional.

Tal como prometido há dias, o presidente francês, Emmanuel Macron, marcou presença na teleconferência de doadores para o Líbano ao lado de outras figuras incluindo o presidente norte-americano, Donald Trump.

Os doadores prometeram uma investigação credível e independente sobre as circunstâncias do incidente.

No plano económico, o FMI afirma que a concessão de empréstimos vai depender de reformas a nível do governo.

O auxílio internacional começa a chegar ao terreno. No domingo um avião russo chegou ao país com equipas médicas e de resgate.