Última hora
This content is not available in your region

"Pergunte à Dra. Ruth"

euronews_icons_loading
Dr. Ruth com Barack Obama
Dr. Ruth com Barack Obama   -   Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

É considerada um ícone nos Estados Unidos.

Falar de “Doctor Ruth” é falar de sexo sem tabus. A terapeuta sexual passou mais de 40 anos a romper preconceitos na rádio, na televisão e em livros.

Hoje, com 92 anos, continua a escrever, participa em programas de televisão e é muito ativa nas redes sociais.

O documentário "Pergunte à Dra. Ruth" mostra a vida de uma mulher de causas como a a defesa da educação sexual, da autodeterminação, dos direitos dos homossexuais e do fim do estigma da SIDA.

Mas mostra também o passado trágico de Ruth Westheimer. Nasceu na Alemanham, em 1928, e sobreviveu ao nazismo num lar de crianças na Suíça. Mas os pais foram vítimas do Holocausto.

Com o fim da guerra, emigrou para Israel onde foi atiradora de elite, depois estudou psicologia em Paris e, finalmente, aterrou em Nova Iorque.

O documentário de Ryan White é apresentado como uma declaração de amor à grande vida da pequena mulher de um metro e quarenta que diz que 90 anos “fala de sexo todos os dias, de manhã à noite.”