Última hora
This content is not available in your region

Covid-19: Acesso limitado às praias belgas

euronews_icons_loading
Covid-19: Acesso limitado às praias belgas
Direitos de autor  AP / Virginia Mayo
Tamanho do texto Aa Aa

Defender o direito de ir à praia - tem sido esta a bandeira do Ministro do Interior da Bélgica.

Defendo quem quer ir livremente até à costa - é um direito de todos. Uma ida à praia não nos transforma em terroristas por um dia.
Pieter De Crem
Ministro do Interior da Bélgica

Algumas cidades costeiras da Bélgica proibiram o acesso às praias a turistas que chegam às praias pela manhã e partem ao final da tarde. Uma decisão tomada na sequência de confrontos entre jovens banhistas e a polícia no último fim de semana, na cidade de Blankenberge. Tudo começou com o desrespeito do distanciamento social.

A organização Liga das Famílias do país diz que banir pessoas é algo completamente injusto.

Proibir de repente, sem mais nem menos, os turistas que vão à praia, pontualmente, por um dia, é privar essas famílias de fazerem a sua pequena escapadela de verão. A medida é abrupta é algo injusta, há uma injustiça social contra uma classe social.
Thierry Dupiereux
Organização Liga das Famílias

O presidente da câmara de Knokke-Heist, Leopold Lippens, quer que as pessoas sigam as medidas: “Não queremos quantidade, queremos qualidade... qualidade é perfeito. Isso significa que qualquer pessoa pode vir na condição de cumprir as regras, quem não cumprir a lei será erradicado daqui."

O assunto foi tema de debate no parlamento e o responsável pela cidade de Lippens diz agora que, a partir de hoje, os turistas são bem-vindos.