Última hora
This content is not available in your region

Turistas britânicos em França antecipam regresso

euronews_icons_loading
Turistas britânicos em França antecipam regresso
Direitos de autor  Olivier Matthys/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de turistas britânicos, de férias em França, anteciparam o regresso ao Reino Unido. O objetivo é evitarem ter de cumprir quarentena de 14 dias depois de o Governo de Boris Johnson ter reintroduzido a medida, devido ao aumento de infeções por Covid-19 no país.

A francesa, Emeline Denis, foi apanhada de surpresa e refere que "com o Brexit, a Inglaterra está apenas a fazer o que quer fazer." Denis sente-se dividida entre os dois países pois é obrigada a respeitar o país de origem e, também, o país adotivo.

A estudante Maora Abdourazak acredita que "Boris Johnson queria proteger o seu país para que o que aconteceu há uns meses não voltasse a acontecer, no entanto, reconfigurar todos não é economicamente possível." Abdourazak pensa que esta "é uma boa decisão que foi mal anunciada, mal tomada e tomada à pressa".

O aumento do número de casos de Covid-19 em Espanha levou a Alemanha a classificar aquele país ibérico como sendo de risco, com exceção das Ilhas Canárias.

Isto significa que os turistas que regressarem de Espanha têm, obrigatoriamente, de fazer um exame e aguardar o resultado em quarentena, assim que entrarem em território germânico.