Última hora
This content is not available in your region

Pandemia de Covid-19 progride em vários países

euronews_icons_loading
Pandemia de Covid-19 progride em vários países
Direitos de autor  Jae C. Hong/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Em França, usar máscara de proteção na rua por causa da pandemia de Covid-19 deixou de ser uma opção em muitas cidades do país. No sul, em Marselha, a polícia de choque está ao serviço do reforço do controlo, em nome do cumprimento das regras mais apertadas.

O número de contaminações com coronavírus tem estado a aumentar e só no domingo registaram-se mais de três mil novos casos.

Já em Madrid, cidade onde a doença fez um elevado número de vítimas mortais, começaram os testes em massa nas áreas mais afetadas. As autoridades de saúde esperam ter capacidade para poder detetar infeções em fase embrionária.

O vírus já matou mais de 28 mil pessoas em Espanha e nos últimos 14 dias registaram-se quase 50 mil novas infeções.

Ainda na Europa, são a perder de vista as filas para testes em Roma destinados a turistas que chegam de Espanha, Grécia, Malta e Croácia.

O Governo italiano encerrou discotecas e exige o uso de máscaras entre as 18h00 e as 06:00, principalmente quando há várias pessoas juntas.

Entre avanços e recuos contínuos, a Organização Mundial de Saúde anunciou no passado sábado um novo recorde de casos de Covid-19 em 24 horas: 294 mil.

Enquanto isso, numa corrida contra o tempo, prossegue a procura mundial por uma vacina eficaz.

Na Rússia, começou a segunda fase de estudos clínicos de uma vacina chamada EpiVacCorona. Voluntários aos quais foi administrado o fármaco encontram-se bem de saúde.

A China, por outro lado, aprovou a primeira patente de uma vacina contra o coronavírus Sars-CoV-2

Ensaios clínicos comprovaram a segurança e mostraram a capacidade de estimular a produção de anticorpos. Os testes prosseguem.