Última hora
This content is not available in your region

Kramp-Karrenbauer: "Segurança da UE exige maior ação"

euronews_icons_loading
Kramp-Karrenbauer: "Segurança da UE exige maior ação"
Direitos de autor  Michael Kappeler/(c) Copyright 2020, dpa (www.dpa.de). Alle Rechte vorbehalten
Tamanho do texto Aa Aa

As tensões geopolíticas na Bielorrússia e no Mediterrâneo Oriental dominaram a agenda, da reunião dos ministros da Defesa da União Europeia, quarta-feira, em Berlim, no âmbito da presidência a cabo da Alemanha.

A governante alemã, Annegret Kramp-Karrenbauer, destacou a importância das reuniões serem cada vez menos por videoconferência: "É a primeira vez, em muito tempo, que os ministros da Defesa europeus se encontram pessoalmente, numa altura em que os desafios se tornaram maiores".

"Vemos os desenvolvimentos no Mali, vemos os protestos na Bielorrússia, vemos a tensão crescente no Mediterrâneo Oriental. E necessário que a Europa tenha cada vez maior capacidade de ação, em nome da sua própria segurança", realçou.

Estes temas serão retomados pelos ministros dos Negócios Estrangeiros, na quinta-feira. A tensão entre a Grécia, um dos Estados-membros, e a Turquia, é particularmente inquietante.