Última hora
This content is not available in your region

Feiras do Livro de Lisboa e Porto abrem as portas

euronews_icons_loading
Lisboa
Lisboa   -   Direitos de autor  LUSA
Tamanho do texto Aa Aa

Abriu esta quinta-feira a Feira do Livro de Lisboa. Segue-se, esta sexta-feira, a do Porto.

A capital portuguesa, editores e livreiros, prepararam-se para uma edição que tem como pano de fundo a pandemia de Covid-19, num momento em que o número de casos continua a aumentar por toda a Europa, e Portugal não é exceção.

Trata-se da 90ª edição do evento, que decorre até 13 de setembro, e que acontece este ano um pouco mais tarde do que é normal, devido aos constrangimentos vividos nos últimos meses, mas que tem "a maior oferta editorial de sempre".

Um convite a quem quiser ficar a par das novidades, comprar livros a preços mais convidativos, participar em iniciativas paralelas, com inscrição prévia, e encontrar alguns autores, cumprindo as normas de segurança em tempos de pandemia.

Sexta-feira arranca uma outra grande festa do livro em Portugal, mas mais a norte. Os Jardins do Palácio de Cristal, no Porto, acolhem a 7ª edição da Feira do Livro, organizada pela Câara Municipal. O primeiro grande evento que se realiza na cidade no pós-confinamento, e que decorre também até 13 de setembro, acontece com restrições para dar segurança aos visitantes.

Quanto à oferta para além dos livros haverá, e entre outros eventos, debates, aulas, concertos e oficinas.

As feiras do livro, de Lisboa e Porto, só podem receber, ao mesmo tempo, um máximo de 3300 e 3500 pessoas, respetivamente, e é obrigatório do uso de máscara. Os livros são para folhear mas com as mãos desinfetadas.