Última hora
This content is not available in your region

Migrantes recebidos com protestos em Lampedusa

euronews_icons_loading
Migrantes recebidos com protestos em Lampedusa
Direitos de autor  AP Photo/Santi Palacios
Tamanho do texto Aa Aa

A cidade italiana de Lampedusa recebeu mais 370 migrantes na noite de sábado para domingo.

De momento, o número de migrantes no centro de acolhimento ultrapassa os 1,500 num local concebido para acolher menos de 200.

Os migrantes foram recebidos com um protesto organizado pelo partido Liga, de Matteo Salvini.

Face à situação, o governador da Sicília, Nello Musumeci, já pediu a intervenção urgente do primeiro-ministro Giuseppe Conte, classificando a situação como insustentável.

Outras informações dão conta de um incêndio a bordo de um veleiro que transportava migrantes e que se encontrava ao largo da costa sul de Itália.

O balanço provisório aponta para pelo menos quatro mortos e vários desaparecidos.

Entretanto, já estão a salvo os 49 migrantes considerados em condições de saúde frágeis resgatados no Mediterraâneo pela embarcação Louise Michel, alugada pelo artista de rua britânico, Banksy.

Os restantes migrantes a bordo da embarcação, cerca de 150, foram transferidos para o navio Sea-Watch 4 so serviço de uma ONG alemã.

Outras embarcações privadas encontram-se ao largo da Sicília aguradando autorização para o desembarque de centenas de migrantes.