Sea Watch chega à Sicília com 47 migrantes a bordo

Sea Watch chega à Sicília com 47 migrantes a bordo
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Quase meia centena de migrantes, entre os quais 15 crianças, desembarcou na Sicília após um compasso de espera que durou cerca de duas semanas. Portugal será um dos países de acolhimento.

PUBLICIDADE

Após quase duas semanas à espera em alto mar, o navio de pavilhão holandês Sea Watch 3 aportou na Sicília com 47 migrantes a bordo.

Alguns deles ficarão em Itália, mas um acordo alcançado no início da semana estabeleceu que os restantes serão acolhidos pela Alemanha, França, Roménia, Malta e Portugal. No seio do grupo encontram-se 15 crianças.

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos exigiu a Roma que providenciasse assistência médica e alimentação aos migrantes resgatados junto à costa da Líbia no passado dia 19 de janeiro.

Por sua vez, o ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, pretende ver lançadas investigações sobre as atividades da Sea Watch, a ONG alemã responsável pelos salvamentos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Migrantes recebidos com protestos em Lampedusa

Sicília quer expulsar migrantes

Itália prepara-se para negociar com Bruxelas termos da trajetória do ajuste fiscal