EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Nações Unidas denunciam ataques à liberdade de imprensa

Manifestantes reclamam justiça
Manifestantes reclamam justiça Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  Joao Duarte Ferreira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, afirmou em Genebra que a intenção dos ataques a jornalistas é silenciar a sociedade civil

PUBLICIDADE

A responsável das Nações Unidas pela defesa dos direitos humanos, Michelle Bachelet, apelou na terça-feira à proteção dos jornalistas.

Michelle Bachelet denunciou os ataques dirigidos aos jornalistas e afirmou que a intenção destes ataques seria "silenciar a sociedade civil".

A alta responsável da ONU falou em Genebra num evento dedicado à liberdade de imprensa.

"Quando os jornalistas se tornam em alvos no contexto de protestos e críticas, a intenção destes ataques é silenciar a sociedade civil e isto é profundamente preocupante".

Em alguns países, a crescente politisação da pandemia e os esforços para responsabilizar os efeitos nos opositores políticos, levaram a ameaças, detenções e campanhas de difamação contra jornalistas que difundem informações sobre a pandemia e a adequação das medidas para a evitar", disse a Alta Comissária da ONU para Defesa dos Direitos Humanos, Michelle Bachelet.

Em Abril, a Federação Internacional de Jornalistas publicou uma sondagem na qual revela a deterioração das condições de trabalho de muitos jornalistas durante a pandemia.

A sondagem recolheu respostas de 1 308 jornalistas oriundos de 77 países.

A organização denunciou ainda ataques à liberdade de imprensa assim como a perda de emprego no sector.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Imprensa da Polónia "a negro" contra proposta de imposto do governo

Nova lei de imprensa na Hungria promove sensacionalismo

Reunião sobre liberdade de imprensa em Londres