Última hora
This content is not available in your region

Governo desmente privilégios a gangs

euronews_icons_loading
Governo desmente privilégios a gangs
Direitos de autor  Salvador Melendez/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

No meio de uma polémica, lançada pelo jornal digital El Faro, que garantia haver benefícios para os gangs nas prisões de El Salvador, como forma de reduzir os homicídios, o governo do país mostra as condições de confinamento dos membros desses grupos criminosos em duas prisões do país.

O diretor dos serviços prisionais de El Salvador, Osiris Luna, garante que o importante é a credibilidade, é mostrar que o governo está com as pessoas e que não vai pactuar com criminosos.

Uma situação comprovada pelos detidos aquando de uma deslocação de jornalistas a uma das prisões. Um deles, Jose Alfaro, explica que precisam de melhores cuidados de saúde, de poder ver a família e de ter aquilo que é necessário para viver, em termos de higiene, por exemplo, e roupa porque não têm sequer uniformes.

O governo salvadorenho tem um plano de segurança que reduziu os homicídios. Na semana passada, e alegadamente com base em documentos oficiais, a referida publicação escrevia que há um acordo entre o governo e o grupo MS-13.

A agência de notícias France Press dizia depois ter falado com fontes de dois gangs e que ambos desmentem a informação.