Última hora
This content is not available in your region

Casos de Covid-19 aumentam na Europa

euronews_icons_loading
Casos de Covid-19 aumentam na Europa
Direitos de autor  أ ب
Tamanho do texto Aa Aa

Reino Unido

Segundo o governo britânico, as pessoas "relaxaram demasiado" durante o verão. As autoridades anunciaram, pelo segundo dia consecutivo, uma contagem de novas infeções a roçar as três mil. Um terço dos casos em Inglaterra é de pessoas com idades entre os 20 e os 29 anos.

O Ministro da saúde, Matt Hancock emitiu uma mensagem muito direta, destinada aos jovens: "Não matem a vossa avó".

O Reino Unido também mudou a abordagem das restrições gerais aos viajantes de países de ter, pela primeira vez, corredores de viagem regionais - Os viajantes que regressarem de um conjunto de sete ilhas gregas deixam de estar serem isentos da quarentena de 14 dias. Quem regressa da Grécia continental continua isento, tal como quem viaja de Portugal para Inglaterra.

Itália

Em Itália, algumas escolas abriram pela primeira vez desde março. O governo italiano estabeleceu 14 de setembro como data para a reabertura de todas as escolas italianas, mas alguns municípios e regiões, como permitido por lei, decidiram antecipar ou adiar o regresso à escola.

França

Em França, há 28 departamentos considerados "zona vermelha", ou seja, de circulação ativa do vírus. Segunda-feira, foram anunciados mais de 4000 novos casos. O país, ou pelo menos algumas regiões, pode vir a ter de endurecer as medidas. De semana para semana, o número de novos casos aumenta 30% e o número de internamentos hospitalares 15%. Segundo Arnaud Fontanet, membro do conselho científico que aconselha o governo para as questões da Covid-19, o país pode vir a enfrentar uma situação crítica em dezembro se os números continuarem a subir ao ritmo atual.