Última hora
This content is not available in your region

"Contra Ventos e Marés"

euronews_icons_loading
"Contra Ventos e Marés"
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A lagoa de Veneza impõe o ritmo da vida na cidade.

O vento e as marés são avaliados à lupa mas fenómenos excecionais, cada vez mais frequentes, são motivo de preocupação. Em Itália e em outros países costeiros.

Com o projecto I-STORMS, apoiado pela Política de Coesão Europeia, é possível melhorar a capacidade de reagir a marés e tempestades excecionais

Alvise Papa, diretor do Centro de Monitorização das Marés de Veneza, explica porque é essencial a gestão coordenada destes fenómenos meteorológicos.

Euronews
ALVISE PAPAEuronews

"É urgente e importante porque nós vemos as alterações climáticas primeiro, em comparação com outras áreas do mundo. Os níveis das marés e do mar estão a subir muito rapidamente. E estão a aumentar os fenómenos meteorológicos críticos e violentos. Veneza sempre mediu o nível do mar em várias partes da cidade. Aprendemos com a história que é importante ter um ponto de referência para concentrar todos os valores. Por isso, pensámos no I-STORMS."

"O I- STORMS é apenas o início. Criámos com os nossos parceiros a ferramenta com a qual partilhamos dados, medições e previsões para os fenómenos meteorológicos marítimos que afetam Veneza e começam no Mar Jónico e para os que afetam a Croácia e começam na Grécia. Com o projeto, criámos as ferramentas de software e hardware para partilhar os dados. Mas também lançámos as bases, com todos os parceiros, para criar uma estratégia futura partilhada, para tomar decisões semelhantes e para trabalhar no Mecanismo Europeu de Proteção Civil."