Última hora
This content is not available in your region

Mike Pompeo sobre Nicolás Maduro: "Vamos tirá-lo de lá"

euronews_icons_loading
U.S. Secretary of State Mike Pompeo speaks as Brazilian Foreign Minister Ernesto Araujo looks on during a press conference at the Boa Vista Air Base in Roraima, Brazil
U.S. Secretary of State Mike Pompeo speaks as Brazilian Foreign Minister Ernesto Araujo looks on during a press conference at the Boa Vista Air Base in Roraima, Brazil   -   Direitos de autor  Bruno Mancinelle/AP
Tamanho do texto Aa Aa

O Secretário de Estado norte-americano visitou esta sexta-feira um centro de acolhimento a refugiados, em Roraima, junto à fronteira entre o Brasil e a Venezuela.

Mike Pompeo discutiu a imigração venezuelana com o ministro brasileiro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e reforçou a mensagem que já tinha deixado na Guiana. Nicolás Maduro tem de sair de cena.

"Falámos da necessidade de democracia na Venezuela e de um fim ao regime ilegítimo. Uma democracia que o povo da Guiana tanto ama e que um homem nega ao povo da Venezuela", afirmou Pompeo.

O governante norte-americano faz um périplo pelos países fronteiriços da Venezuela e a mensagem tem chegado a Caracas, mas Nicolás Maduro não deixou Pompeo sem resposta.

"Mike Pompeo está numa digressão de guerra contra a Venezuela, mas saiu-lhe o tiro pela culatra, Mike Pompeo já falhou na sua tentativa de levar os governos do continente a organizar uma guerra contra a Venezuela", disse Maduro.

A viagem do Secretário de Estado norte-americano coincide com a divulgação de um duro relatório de uma missão especial das Nações Unidas que acusa as forças de segurança venezuelanas de cometeram violações sistemáticas dos direitos humanos.