Última hora
This content is not available in your region

John Lennon regressa aos álbuns no dia em que faria 80 anos

euronews_icons_loading
Yoko Ono e John Lennon numa conferência de imprensa em 1969
Yoko Ono e John Lennon numa conferência de imprensa em 1969   -   Direitos de autor  AP/ Arquivo
Tamanho do texto Aa Aa

Se o mundo vivesse de forma pacífica, o autor da mais conhecida utopia melódica poderia estar de parabéns. Num mundo melhor que só podemos imaginar, John Lennon faria esta sexta-feira, 80 anos.

Nova Iorque, cidade adotada pelo artista, prestou-lhe homenagem. Pela mão do filho e também artista, Sean Lennon, o Empire State Building encheu-se de luz e um símbolo da paz

Para Sean Lennon, "é realmente importante manter a sua mensagem viva, porque a paz e o amor e a verdade, especialmente este ano, e nos últimos anos, é uma coisa realmente importante, uma mensagem realmente importante".

John Lennon nasceu em Liverpool, a 9 de outrubro de 1940.

Ao lado dos amigos de juventude Paul, Ringo e George deu início aos Beatles, onde ganhou palco mundial para uma voz idealista e ativista.

Já em nome próprio, a partir de 1970, John assinou sucessos e canções de protesto e esperança como "Gimme Some Truth".

O tema dá, a partir desta sexta-feira, nome a um álbum com 36 temas do músico escolhidos pela mulher Yoko Ono, além de um concerto em streaming e um programa de rádio apresentado pelo filho.