Última hora
This content is not available in your region

Mercado de transferências 2020/21: Os maiores negócios de verão

Kai Havertz lidera o top, Rúben Dias é o defesa mais caro e Leo Messi fez tremer Barcelona
Kai Havertz lidera o top, Rúben Dias é o defesa mais caro e Leo Messi fez tremer Barcelona   -   Direitos de autor  AP/ Glynn Kirk/ Jason Cairnduff/ Joan Monfort
Tamanho do texto Aa Aa

Kai Havertz foi o futebolista mais caro da primeira janela de transferências da época 2020/21, que ficou marcada pelo desejo expresso de Lionel Messi deixar o Barcelona.

O argentino acabou por ficar nos "blaugrana", agora orientados por Ronald Koeman, mas será apenas até poder sair a custo zero.

Rúben Dias trocou o Benfica pelo Manchester City como o defesa mais caro do ano.

O mercado de transferências internacional da temporada de 2020/21 foi prolongado na UEFA até 05 outubro (excecionalmente 06 de outubro em Portugal) devido ao atraso provocado nas diversas competições pela pandemia de Covid-19.

Veja aqui maiores transferências dos principais campeonatos europeus, confirmadas pelo site especializado Transfermarket:

PORTUGAL

Aquisições (fecho a 06/10/2020)

€24 milhões, Darwin Nuñez, do UD Alemeria (Espanha) para o Benfica;

€20 milhões, Éverton 'Cebolinha', do Grémio (Brasil)) para o Benfica;

€18 milhões, Pedrinho, do Corinthians (Brasil) para o Benfica;

€15 milhões, Nicolás Otamendi, do Manchester City (Inglaterra) para o Benfica;

€15 milhões, Luca Waldschmidt, do Friburgo (Alemanha) para o Benfica.

Vendas

€68 milhões, Ruben Dias, do Benfica para o Manchester City (Inglaterra).

€40 milhões, Fábio Silva, do FC Porto para o Wolverhampton (Inglaterra);

€31 milhões, Trincão, do Sp. Braga para o FC Barcelona (Espanha);

€20,3 milhões, Wendel, do Sporting para o Zenit (Rússia);

€15 milhões, Alex Telles, do FC Porto para o Manchester United (Inglaterra).

INGLATERRA

Aquisições (fechado a 05/10/2020)

€80 milhões, Kai Havertz, do B. Leverkusen (Alemanha) para o Chelsea;

€68 milhões, Ruben Dias, do Benfica (Portugal) para o Manchester City;

€53 milhões, Timo Werner, do Leipzig (Alemanha) para o Chelsea;

€50,2 milhões, Ben Chilwell, do Leicester para o Chelsea;

€50 milhões, Thomas Partey, do At. Madrid (Espanha) para o Arsenal;

Vendas

€56 milhões, Álvaro Morata, do Chelsea para o At. Madrid (Espanha);

€50,2 milhões, Ben Chilwell, do Leicester para o Chelsea;

€45 milhões, Leroy Sané, do Manchester City para o Bayern Munique (Alemanha);

€44,7 milhões, Diogo Jota, do Wolverhampton para o Liverpool;

€26 milhões, Rhian Brewster, do Liverpool para o Shefield United.

ALEMANHA

Aquisições (fecho a 05/10/2020)

€45 milhões, Leroy Sané, do Manchester City (Inglaterra) para o Bayern Munique;

€26,5 milhões, Patrick Schick, da AS Roma (Itália) para o B. Leverkusen;

€25 milhões, Emre Can, da Juventus (Itália) para o B. Dortmund;

€23 milhões, Jude Bellingham, do Birmingham (Inglaterra) para o B. Dortmund;

€20 milhões, Alexander Sörloth, do Crystal Palace (Inglaterra) para o Leipzig.

Vendas

€80 milhões, Kai Havertz, do B. Leverkusen para o Chelsea (Inglaterra);

€53 milhões, Timo Werner, do Leipzig para o Chelsea (Inglaterra);

€22 milhões, Thiago Alcântara, do B. Munique para o Liverpool (Inglaterra);

€15,5 milhões, Kevin Volland, do B. Leverkusen para a AS Mónaco (França);

€15 milhões, Luca Waldschmidt, do Friburgo para o Benfica (Portugal).

ESPANHA

Aquisições (fecho a 05/10/2020)

€60 milhões, Miralem Pjanic, da Juventus (Itália) para o Barcelona;

€56 milhões, Álvaro Morata, do Chelsea (Inglaterra) para o At. Madrid *;

€31 milhões, Francisco Trincão, do Sp. Braga (Portugal) para o Barcelona;

€27 milhões, Yannick Carrasco, do Dalian (China) para o At. Madrid;

€24 milhões, Jesus "Suso" de la Torre, do AC Milan (Itália) para o Sevilha;

Vendas

€72 milhões, Arthur, do Barcelona para a Juventus (Itália);

€50 milhões, Thomas Partey, do At. Madrid para o Arsenal (Inglaterra);

€40 milhões, Achraf Hakimi, do Real Madrid para o Inter de Milão (Itália);

€32 milhões, Giovani Lo Celso, do Bétis para o Tottenham (Inglaterra);

€30 milhões, Rodrigo, do Valência para o Leeds (Inglaterra);

€30 milhões, Nélson Semedo, do Barcelona para o Wolverhampton (Inglaterra);

€30 milhões, Sergio Reguilón, do Real Madrid para o Tottenham (Inglaterra);

ITÁLIA

Aquisições (fecho a 05/10/2020)

€72 milhões, Arthur, do Barcelona (Espanha) para a Juventus;

€70 milhões, Victor Osimhen, do Lille (França) para o Nápoles;

€40 milhões, Achraf Hakimi, do Real Madrid (Espanha) para o Inter de Milão;

€25 milhões, Nicolò Barella, do Cagliari para o Inter de Milão;

€20 milhões, Stefano Sensi, do Sassuolo para o Inter de Milão;

€20 milhões, Simone Verdi, do Nápoles para o Torino.

Vendas

€60 milhões, Miralem Pjanic, da Juventus para o Barcelona (Espanha);

€50 milhões, Mauro Icardi, do Inter de Milão para o Paris Saint-Germain (França);

€26,5 milhões, Patrick Schick, da AS Roma para o B. Leverkusen (Alemanha);

€25 milhões, Nicolò Barella, do Cagliari para o Inter de Milão;

€25 milhões, Allan Loureiro, do Nápoles para o Everton (Inglaterra);

€25 milhões, Emre Can, da Juventus para o B. Dortmund (Alemanha).

FRANÇA

Aquisições (fecho a 05/10/2020)

€50 milhões, Mauro Icardi, do Inter de milão (Itália) para o Paris Saint-Germain;

€32 milhões, Jonathan David, do Gent (Bélgica) para o Lille;

€20 milhões, Lucas Paquetá, do AC Milan (Itlia) para o Ol. Lyon;

€15,5 milhões, Kevin Volland, do B. Leverkusen para a AS Mónaco;

€15 milhões, Serhou Guirassy, do Amiens para o Rennes.

Vendas

€70 milhões, Victor Osimhen, do Lille para o Nápoles (Itália);

€35 milhões, Wesley Fofana, do Saint-Étienne para o Leicester (Inglaterra);

€26 milhões, Gabriel Magalhães, do Lille para o Arsenal (Inglaterra);

€24 milhões, Edouard Mendy, do Rennes para o Chelsea (Inglaterra);

€18,4 milhões, Bertrand Traoré, do Ol. Lyon para o Aston Villa (Inglaterra).

* Comprado e emprestado, por €10 milhões, à Juventus.