EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Transferências 2023/24: Os maiores negócios e as derradeiras contratações

Declan Rice, Neymar e Kane mudaram de camisola este verão
Declan Rice, Neymar e Kane mudaram de camisola este verão Direitos de autor AP Photo/Kirsty Wigglesworth//Tom Weller/dpa
Direitos de autor AP Photo/Kirsty Wigglesworth//Tom Weller/dpa
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Chelsea ultrapassou marca impressionante, Barcelona garantiu dois portugueses, Bayern falhou outro e PSG assegurou mais um avançado valioso

PUBLICIDADE

Matheus Nunes, João Felix, João Cancelo e o Chelsea estiveram em destaque no último dia do mercado de transferências. João Palhinha ainda foi a Munique, mas vai continuar no Fulham, pelo menos até janeiro.

Em Portugal, o Benfica foi quem mais investiu e fechou o mercado a garantir, por empréstimo, o espanhol Juan Bernat, do Paris Saint-Germain, para o lugar de Grimaldo, que se mudou a custro zero para Leverkusen.

[VEJA MAIS ABAIXO AS LISTAS DOS MAIORES NEGÓCIOS]

A Liga inglesa voltou a ser uma vez mais a grande investidora no mercado de transferências de verão no futebol, entre os principais campeonatos europeus. 

Só o Chelsea investiu este verão 507,4 milhões de euros e, com isso, ultrapassou no último dia de negócios a faixa do milhão de libras (1,67 milhões de euros) investidos em três janelas de inscrições consecutivas.

O último a entrar nos blues de Londres foi Cole Palmer, contratado ao Manchester City, por 47 milhões de euros.

Os citizens, por seu turno, garantiram o internacional português Matheus Nunes, pagando 55 milhões de euros ao Wolverhampton, dos quais o Sporting de Portugal tem ainda direito a cerca de dois milhões. O City ficou ainda de pagar mais cinco milhões dependendo de variáveis.

Em banho maria ficou a ida de João Palhinha para o Bayern de Munique. O português ainda se deslocou a Munique fez exames médicos e as fotos já equipado para as redes sociais, mas o Fulham não conseguiu um substituto em tempo útil e abortou o negócio à última hora, com o mercado alemão a fechar ao final da tarde.

Ao todo, os clubes da Primeira Liga inglesa investiram 2,85 mil milhões de euros só este verão, um novo recorde para uma só janela de inscrições.

Em Barcelona, luz verde finalmente para os portugueses João Cancelo e João Felix. Os dois vão jogar nos campeões espanhóis, por empréstimo e sem opção de compra, respetivamente, do Manchester City e do Atlético de Madrid, após os catalães terem resolvido as questões financeiras com a Liga espanhola.

O Barcelona agradeceu inclusive a Cancelo ter baixado o salário para permitir a contratação.

A Paris, chegou, finalmente Kolo Muani. O congolês com passaporte francês alinhava no Eintracht de Frankfurt e custou 95 milhões ao PSG, que assume as cinco maiores contratações de verão na Ligue 1.

Muani vai juntar-se a Kylian Mbappé, que após uma novela permaneceu, e aos portugueses Gonçalo Ramos, Danilo, Vitinha e Nuno Mendes, e destronando Manu Ugarte como a grande contratação de verão em França.

Sauditas seduzem estrelas

Tudo isto num ano marcado pela forte investigada no negócio do futebol da Liga saudita.

Depois de Cristiano Ronaldo, em janeiro, os sauditas tentaram Lionel Messi e Kylian Mbappé, com propostas ainda superiores à do português, mas sem sucesso. Ainda assim, conseguiram atrair jogadores como Karim Benzema (Real Madrid > Al Ittihad), Neymar (PSG > Al Ahli), Riyad Mahrez (Manchester City > Al ahli) ou Sadio Mané (Liverpool > Al Nassr).

A janela de inscrições saudita apenas fecha a 20 de setembro e até lá podem acontecer ainda vários grandes negócios, por exemplo o de Mohamed Salah. 

O Al Ittihad, de Nuno Espírito Santo e Karim Benzema, terá oferecido 150 milhões de euros pelo egípcio de 31 anos, mas o Liverpool resiste.

Messi recusou a liga saudita e mudou-se para a norte-americana e é agora a grande estrela da MLS. Mbappé rejeitou o inimaginável (700 milhões de euros por um ano de salário) e o PSG perdeu o maior negócio da história: a transferência por 300 milhões.

PUBLICIDADE

Benfica mantém forte investimento

O campeão Benfica voltou a ser o grande investidor, mas sofreu uma novela na baliza, onde o treinador Roger Schmidt praticamente empurrou Vlachodimos para a porta da rua e o grego rumou nos últimos dias ao Nothingham Forest.

As águias fecharam o mercado com a contratação no último dia do espanhol Juan Bernat, por empréstimo do PSG. Gonçalo Guedes também segue de águia ao peito, por cedência do Wolverhampton.

O FC Porto viu partir Otávio também para a Arábia Saudita, reforçou-se na Argentina e em Espanha, e deu o dito pelo não dito a João Moutinho, que se cansou e acabou no Sporting de Braga, a custo zero. 

Os dragões ainda conseguiram segurar Taremi depois de terem acertado a transferência para o AC Milan, travada pela falta de acordo pessoal do iraniano com os italianos. O espanhol Iván Jaime, do Famalicão, foi a maior contratação.

O Braga reforçou-se bem também com a aquisição de outro veterano, José Fonte para a defesa, e a continuidade de Bruma e vai jogar a Liga dos Campeões.

PUBLICIDADE

O Sporting CP foi criterioso. Apostou forte e até ver certeiro: um avançado, um médio defensivo e um lateral-direito. Gyokeres já leva dois golos; Hjulmand é titular; e Fresneda chegou cheio de "ilusión".

As 10 maiores transferências do verão

€116,6 milhões, Declan Rice, do West Ham para o Arsenal;

€116 milhões, Moisés Caicedo, do Brighton para o Chelsea;

€103 milhões, Jude Bellingham, do B. Dortmund para o Real Madrid;

€100 milhões, Harry Kane, do Tottenham para o Bayern de Munique;

€95 milhões, Kolo Muani, do E. Frankfurt para o Paris Saint-Germain;

€90 milhões, Josko Gvardiol, do RB Leipzig para o Manchester City;

€90 milhões, Neymar, do Paris Saint-Germain para o Al Hilal;

€75 milhões, Rasmus Hojlund, da Atalanta para o Manchester United;

€75 milhões, Kai Havertz, do Chelsea para o Arsenal;

€70 milhões, Dominik Szoboszlai, do RB Leipzig para o Liverpool;

Fonte: Transfermarkt

Veja aqui as cinco maiores transferências em cada um dos seis principais campeonatos europeus no mercado de verão, que fechou quinta-feira à noite, confirmadas pelo site especializado Transfermarket (atualizado às 07h00 CET, de 2 de setembro de 2023):

PORTUGAL

Aquisições

€25 milhões, Orkun Kökcü, do Feyenoord (PBx) para o Benfica;

€20 milhões, Arthur Cabral, da Fiorentina (Ita) para o Benfica;

€20 milhões, Viktor Gyökeres, do Coventry (Ing) para o Sporting;

PUBLICIDADE

€18 milhões, Morten Hjulmand, do Lecce (Ita) para o Sporting

€14 milhões, David Jurásek, do Slavia de Paraga (Che) para o Benfica.

Vendas

€60 milhões, Manuel Ugarte, do Sporting para o Paris Saint-Germain (Fra);

€60 milhões, Otávio, do FC Porto para o al Nassr (ArS);

€40 milhões, Pedro Porro, do Sporting para o Tottenham (Ing) *;

PUBLICIDADE

€12,5 milhões, Youssef Chermiti, do Sporting para o Everton (Ing);

€10 milhões, Iván Jaime, do Famalicão para o FC Porto.

INGLATERRA

Aquisições

€116,6 milhões, Declan Rice, do West Ham para o Arsenal;

€116 milhões, Moisés Caicedo, do Brighton para o Chelsea;

€90 milhões, Josko Gvardiol, do Leipzig (Ale) para o Manchester City;

PUBLICIDADE

€75 milhões, Rasmus Hojlund, da Atalanta (Ita) para o Manchester United;

€75 milhões, Kai Havertz, do Chelsea para o Arsenal.

Vendas

€116,6 milhões, Declan Rice, do West Ham para o Arsenal;

€116 milhões, Moisés Caicedo, do Brighton para o Chelsea;

€100 milhões, Harry Kane, do Tottenham para o Bayern de Munique (Ale);

PUBLICIDADE

€75 milhões, Kai Havertz, do Chelsea para o Arsenal;

€64,2 milhões, Mason Mount do Chelsea para o Manchester United.

ALEMANHA

Aquisições

€100 milhões, Harry Kane, do Tottenham (Ing) para o Bayern de Munique;

€50 milhões, Min-jae Kim, do Nápoles (Ita) para o Bayern de Munique;

€38,5 milhões, Löis Openda, do Lens (Fra) para o RB Leipzig;

PUBLICIDADE

€30 milhões, Felix Nmecha, do Wolfsburg para o B. Dortmund;

€30 milhões, Castello Lukeba, do Ol. Lyon (Fra) para o R Lepzig.

Vendas

€103 milhões, Jude Bellingham, do B. Dortmund para o Real Madrid (Esp);

€95 milhões, Kolo Muani, do E. Frankfurt para o Paris Saint-Germain (Fra);

€90 milhões, Josko Gvardiol, do RB Leipzig para o Manchester City (Ing);

PUBLICIDADE

€70 milhões, Dominik Szoboszlai, do RB Leipzig para o Liverpool (Ing);

€60 milhões, Christopher Nkunku, do RB Leipzig para o Chelsea (Ing).

ESPANHA

Aquisições

€103 milhões, Jude Bellingham, do B. Dortmund (Ale) para o Real Madrid;

€20 milhões, Antonie Griezmann, do Barcelona para o At. Madrid *;

€20 milhões, Arda Güler, do Fenerbahce (Tur) para o Real Madrid;

PUBLICIDADE

€14 milhões, César Montes, do Espanyol para o UD Almeria;

€13 milhões, Arsen Zakharyan, do Din. Moscovo (Rus) para a Real Sociedad.

Vendas

€50 milhões, Ousmane Dembelé, do Barcelona para o Paris Saint-Germain (Fra);

€50 milhões, Matheus Cunha, do At. Madrid para o Wolverhampton (Ing);

€40 milhões, Gabri Veiga, do Celta de Vigo para o Al Ahli (ArS);

PUBLICIDADE

€37 milhões, Nicolas Jackson, do Villarreal para o Chelsea (Ing);

€33 milhões, Pau Torres, do Villarreal para o Aston Villa (Ing).

ITÁLIA

Aquisições

€30 milhões, Benjamin Pavard, do Bayern Munique (Ale) para o Inter de Milão;

€30 milhões, Manuel Locatelli, do Sassuolo para a Juventus;

€30 milhões, Jesper Lindstrom, do E. Frankfurt (Ale) para o Nápoles;

PUBLICIDADE

€30 milhões, Moise Kean, do Everton (Ing) para a Juventus *;

€28 milhões, El Bilal Touré, do Almeria (Esp) para a Atalanta.

Vendas

€75 milhões, Rasmus Hojlund, da Atalanta para o Manchester United (Ing);

€64 milhões, Sandro Tonali, do AC Milan para o Newcastle (Ing);

€52,5 milhões, André Onana, do Inter de Milão para o Manchester United (Ing);

PUBLICIDADE

€50 milhões, Min-jae Kim, do Nápoles para o Bayern Munique (Ale);

€40 milhões, Sergej Milinkovic-Savic, da Lazio para o Al Hilal (ArS).

FRANÇA

Aquisições

€95 milhões, Kolo Muani, do E. Frankfurt (Ale) para o Paris Saint-Germain;

€60 milhões, Manuel Ugarte, do Sporting (Por) para o Paris Saint-Germain;

€50 milhões, Ousmane Dembelé, do Barcelona (Fra) para o Paris Saint-Germain;

PUBLICIDADE

€45 milhões, Bradley Barcola, do Ol. Lyon para o Paris Saint-Germain;

€45 milhões, Lucas Hernández, do Bayern Munique para o Paris Saint-Germain.

Vendas

€90 milhões, Neymar, do Paris Saint-Germain para o Al Hilal (ArS);

€60 milhões, Jérémy Doku, do Rennes para o Manchester City (Ing);

€45 milhões, Bradley Barcola, do Ol. Lyon para o Paris Saint-Germain;

PUBLICIDADE

€45 milhões, Axel Disasi, da AS Mónaco para o Chelsea (Ing);

€38,5 milhões, Löis Openda, do Lens para o RB Leipzig (Ale).

* Após empréstimo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Transferências 2022/23: Os maiores negócios e as derradeiras contratações

Transferências 2021/22: Nuno Mendes ao lado de Mbappé

Mercado de transferências 2020/21: Os maiores negócios de verão