Última hora
This content is not available in your region

Transferências 2021/22: Nuno Mendes ao lado de Mbappé

Access to the comments Comentários
De  Francisco Marques
Nuno Mendes vai jogar com Mbappé e Griezmann volta a ser "colchonero"
Nuno Mendes vai jogar com Mbappé e Griezmann volta a ser "colchonero"   -   Direitos de autor  AP Photo/Armando França//Daniel Cole//Manu Fernandez
Tamanho do texto Aa Aa

Kylian Mbappé acabou por ficar em Paris, onde vai ter mais um emigrante português em França. O Sporting transferiu Nuno Mendes para o PSG. O lusofrancês Antoine Griezmann foi outro dos protagonistas ao regressar a Madrid.

O negócio envolvendo o internacional português de 19 anos foi o grande negócio do dia. Nuno Mendes segue para o Paris Saint-Germain através de um empréstimo com opção de compra garantida, num negócio global avaliado em €51 milhões, incluindo a cedência sem custos de Saraiba ao clube português.

Para já, o PSG paga €7 milhões pelo empréstimo de um ano e no início da época 2022/23 paga mais €40 milhões pela contratação em definitivo do português.

Ao Sporting, chega o internacional espanhol Pablo Saraiba, que mantém o salário de €3,8 milhões anuais na folha de despesas dos franceses. O PSG não olha aliás a essa folha e isso ficou claro no processo de Kylian Mbappé.

O Real Madrid terá feito uma última oferta de €200 milhões para conseguir o avançado, mas os franceses resistiram apesar de no final da época poderem ver partir a custo zero o jogador que em 2017 contrataram por €180 milhões.

Subentende-se que o emblema francês, suportado pela família real do Catar, se deu ao luxo de abdicar de ganhar €200 milhões para manter Mbappé e quem sabe tentar convence-lo a renovar após um ano a jogar ao lado de Lionel Messi e... Nuno Mendes.

Outro internacional francês a surpreender foi Griezmann. O avançado ficou com o salário mais alto no FC Barcelona após a saída de Messi e acabou por ser um trunfo para equilibrar as contas no clube catalão.

Num negócio concluído nos derradeiros segundos do mercado, Antoine regressa ao Atlético de Madrid por empréstimo com opção de compra obrigatória em 2022 ou 2023 de €40 milhões, um terço dos €120 milhões pagos em 2019 pelo "Barça" ao "Atleti".

Griezmann fez parte de um triplo negócio: Saúl Ñiguez foi cedido ao Chelsea, de Inglaterra, (€5 milhões mais opção de compra de €40 milhões) e abriu espaço na folha salarial do Atlético para o francês, que abriu vaga em Camp Nou para a contratação do holandês Luuk de Jong, de 31 anos, ao Sevilha, igualmente por empréstimo.

Do Barcelona saiu ainda o brasileiro Emerson Royal para o Tottenham, que manteve afinal Harry Kane no plantel depois da oferta de €170 milhões do Manchester City, que acabou por falhar uma grande contratação para o ataque, fracassada também a investida final por Cristiano Ronaldo.

O avançado português, de 36 anos, acabou por preferir o regresso a Old Trafford. A transferência da Juventus para o Manchester United foi oficializada e explicada esta segunda-feira, com os ingleses a pagarem €15 milhões e a aceitarem juntar mais €7 milhões pendentes de objetivos.

Ronaldo, além de um habitual prémio de assinatura, vai ter um salário líquido anual de €20 milhões até 2024, altura em que poderá concretizar outro regresso já noticiado, ao Sporting CP. para fechar o ciclo de futebolista profissional, o melhor de todos os tempos.

O Real Madrid acabou por fechar a janela de inscrições apenas com a contratação de Eduardo Camavinga, médio defensivo de 18 anos, natural de Angola e que deixou o Rennes a troco de €31 milhões.

Em Portugal, o país que mais lucrou com transferências nos últimos 10 anos, segundo a FIFA, o Sporting, além de Nuno Mendes, viu também sair por empréstimo o equatoriano Gonzalo Plata, para o Valladolid, da segunda liga espanhola, e o promissor Joelson, para o Basileia, da Suíça.

O FC Porto também arrumou a casa. Os "dragões" não concretizaram nenhuma grande venda como tanto precisavam e em termos de entradas destaque apenas para a contratação de Rodrigo Fernandes, médio defensivo formado no Sporting e que deixou boas indicações na pré-época de Rúben Amorim.

O Benfica falhou a contratação de mais um central e reintegrou Ferro para essa vaga. O destaque na Luz foi a rescisão com o grego Samaris e a cedência de Chiquinho ao Sporting de Braga.

Mais a sul, destaque para o Portimonense, que acertou com a Udinese a transferência do avançado português Beto, de 23 anos, para os italianos, num ano de empréstimo com opção de compra obrigatória a rondar os €10 milhões.

O agora "leão" Sarabia é considerado pelo Transfermarket o atual jogador mais valioso da Liga portuguesa: €25 milhões.

O mercado de verão

As inscrições de verão na Europa estão fechadas. Numa janela marcada por transferências a "pseudo custo zero", como as de Messi, Donnarumma, Sérgio Ramos, Memphis Depay ou David Alaba, e ainda pelo negócio de oportunidade de Cristiano Ronaldo, restam agora os jogadores que estão sem clube e algumas ligas de menor dimensão, europeias e asiáticas, que mantêm inscrições abertas mais alguns dias.

A contratação de Jack Grealish pelo Manchester City foi o maior negócio desta janela europeia de mercado.

Veja aqui as cinco maiores transferências nos cinco principais campeonatos europeus já confirmadas pelo site especializado Transfermarket (atualizado às 11h00CET, de quarta-feira, 01/09/2021):

PORTUGAL

Aquisições

€17 milhões, Roman Yaremchuck, do Gent (Bélgica) para o SL Benfica;

€15 milhões, Pepê, do Grémio (Brasil) para o FC Porto;

€6,5 milhões, Manuel Ugarte, do Famalicão para o Sporting;

€6 milhões, Soualiho Meité, do Torino (Itália) para o SL Benfica;

€5,5 milhões, Ricardo Esgaio, do Sporting de Braga para o Sporting CP.

Vendas

€18 milhões, Pedrinho, do SL Benfica para o Sh. Donetsk (Ucrânia).

€16 milhões, Danilo, do FC Porto para o Paris Saint-Germain (França);

€12 milhões, Luca Waldschmidt, do Benfica para o Wolfsburgo (Alemanha);

€8 milhões, Nuno Tavares, do SL Benfica para o Arsenal (Inglaterra);

€7 milhões, Nuno Mendes, do Sporting CP para o Paris Saint-Germain (França)*.

INGLATERRA

Aquisições

€117 milhões, Jack Grealish, do Aston Villa parta o Manchester City;

€115 milhões, Romelu Lukaku, do Inter de Milão (Itália) para o Chelsea;

€85 milhões, Jadon Sancho, do B. Dortmund (Alemanha) para o Manchester United;

€58,5 milhões, Ben White, do Brighton para o Arsenal;

€40 milhões, Raphael Varane, do Real Madrid (Espanha) para o Manchester United.

Vendas

€117 milhões, Jack Grealish, do Aston Villa parta o Manchester City;

€58,5 milhões, Ben White, do Brighton para o Arsenal;

€40 milhões, Tammy Abraham, do Chelsea para a AS Roma (Itália);

€38,4 milhões, Emiliano Buendía, do Norwich para o Aston Villa;

€35,2 milhões, Danny Ings, do Southampton para o Aston Villa.

ALEMANHA

Aquisições

€42,5 milhões, Dayot Upamecano, do RB Leipzig para o Bayern Munique;

€30 milhões, Donyell Malen, do PSV (Países Baixos) para o Borussia de Dortmund;

€23 milhões, André Silva, do Eintracht Franfurt para o RB Leipzig;

€23 milhões, Odilon Kossounou, do Bruges (Bélgica) para o Bayer Leverkusen;

€18,8 milhões, Josko Gvardiol, da Dinamo Zagreb (Croácia) para o RB Leipzig.

Vendas

€85 milhões, Jadon Sancho, do B. Dortmund para o Manchester United (Inglaterra);

€42,5 milhões, Dayot Upamecano, do RB Leipzig para o Bayern Munique;

€40 milhões, Ibrahim Konaté, do RB Leipzig para o Liverpool (Inglaterra);

€32 milhões, Leon Bailey, do B. Leverkusen para o Aston Villa (Inglaterra);

€30 milhões, Matheus Cunha, do Hertha de Berlim para o At. Madrid (Espanha).

ESPANHA

Aquisições

€35 milhões, Rodrigo de Paul, da Udinese (Itália) para o Atlético de Madrid;

€31 milhões, Eduardo Camavinga, do Rennes (França) para o Real Madrid;

€30 milhões, Matheus Cunha, do Hertha de Berlim (Espanha) para o At. Madrid;

€23,5 milhões, Arnaut Danjuma, do Bournemouth (Inglaterra) para o Villarreal;

€16 milhões, Rafa Mir, do Wolverhampton (Inglaterra) para o Sevilla FC.

Vendas

€40 milhões, Raphael Varane, do Real Madrid para o Manchester United (Inglaterra);

€35 milhões, Martin Odegaard, do Real Madrid para o Arsenal (Inglaterra);

€25 milhões, Bryan Gil, do Sevilla FC para o Tottenham (Inglaterra);

€25 milhões, Emerson Royal, do FC Barcelona para o Tottenham (Inglaterra);

€18 milhões, Marc Cucurella, do Getafe para o Brighton (Inglaterra).

ITÁLIA

Aquisições

€40 milhões, Tammy Abraham, do Chelsea (Inglaterra) para a AS Roma;

€29,2 milhões, Fikayo Tomori, do Chelsea (Inglaterra) para a AC Milan;

€23,5 milhões, Nicolás González, do Estugarda (Alemanha) para a Fiorentina;

€20,5 milhões, Weston McKennie, do Schalke 04 (alemanha) para a Juventus;

€20 milhões, Juan Musso, da Udinese para a Atalanta.

Vendas

€115 milhões, Romelu Lukaku, do Inter de Milão para o Chelsea (Inglaterra);

€60 milhões, Achraf Hakimi, do Inter de Milão para o Paris Saint-Germain (França);

€35 milhões, Rodrigo de Paul, da Udinese para o Atlético de Madrid (Espanha);

€20 milhões, Juan Musso, da Udinese para a Atalanta;

€19 milhões, Matteo Politano, do Inter para o Nápoles.

FRANÇA

Aquisições

€60 milhões, Achraf Hakimi, do Inter de milão (Itália) para o Paris Saint-Germain;

€25 milhões, Gerson, do Flamengo (Brasil) para o Marselha;

€17 milhões, Myron Boadu, do AZ Alkmaar (Países Baixos) para o AS Mónaco;

€17 milhões, Loïc Badé, do Lens para o Rennes;

€16 milhões, Danilo Pereira, do FC Porto (Portugal) para o Paris Saint-Germain.

Vendas

€31 milhões, Eduardo Camavinga, do Rennes para o Real Madrid (Espanha);

€20 milhões, Boubakary Soumaré, do Lille para o Leicester (Inglaterra);

€17,5 milhões, Joachim Andersen, do Ol. Lyonnais para o Crystal Palace (Inglaterra);

€17 milhões, Loïc Badé, do Lens para o Rennes;

€16,9 milhões, Pape Sarr, do Metz para o Tottenham (Inglaterra).

* Inclui opção de compra obrigatória de €40 milhões a exercer no final da época e ainda o pagamento integral do salário de Sarabia (€3,8 milhões anuais), cedido por um ano ao Sporting.