Última hora
This content is not available in your region

Restrições reforçadas na Europa Central

euronews_icons_loading
Restrições reforçadas na Europa Central
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

As restrições por causa do Coronavírus estão a ser reforçadas um pouco por toda a Europa Central onde a segunda onda pandémica também se faz sentir com força.

Na Eslovénia, o governo avançou com limitações à deslocação dos cidadãos entre os concelhos de residência a partir desta terça-feira. Uma medida que, para já, vai estar em vigor uma semana e terá exceções. Um reforço das restrições depois do encerramento do comércio não essencial e um recolher obrigatório.

Na República Checa vai também ser imposto um recolher obrigatório noturno a partir de quarta-feira com exceções relacionadas com casos de saúde ou trabalho. A abertura do comercio também será limitada. Os estabelecimentos não podem abrir aos domingos e durante a semana têm que fecha portas às oito da noite. A Eslováquia está sob um recolher obrigatório desde sábado, mas a prioridade do governo é testar toda a população. No fim de semana foram testadas 140 mil pessoas nas áreas mais atingidas do país.

Na Hungria houve um recorde pelos piores motivos. De acordo com os dados oficiais publicados esta terça-feira, mais 63 pessoas morreram em 24 horas. A maioria dos óbitos diz respeito a idosos e indivíduos com doenças crónicas. Desde o início da pandemia já morreram 1535 pessoas e registaram-se 63 contágios num país com cerca de 10 milhões de habitantes.