EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Encenou uma crucificação e acabou detido

Moscovo
Moscovo Direitos de autor AFP
Direitos de autor AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ativista russo fica 15 dias na prisão

PUBLICIDADE

Um tribunal russo deteve um ativista político por encenar a crucificação de Cristo perto da sede dos Serviços Secretos (FSB) em Moscovo.

Na quinta-feira à noite, colegas ativistas amarraram Pavel Krisevich a uma cruz e acenderam uma fogueira para onde atiraram material de casos criminais.

As imagens e a informação sobre esta ação, que tinha com objetivo alertar para a pressão sobre ativistas políticos, foi divulgada na internet.

Krisevich foi detido na quinta-feira à noite. Nesta sexta-feira, o tribunal distrital de Tverskoi ordenou a prisão do ativista, durante 15 dias, por ter resistido à polícia.

Os artistas russos que realizam este tipo de ações políticas enfrentam, normalmente, 15 dias de prisão. Mas, dependendo da forma como as suas ações são interpretadas, podem enfrentar sentenças mais duras.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos cinco mortos após bombardeamentos russos nas regiões de Donetsk e Kherson

Zelenskyy assina acordo em Bruxelas antes de viajar para Lisboa esta terça-feira

Stoltenberg pede a membros da NATO que reconsiderem limites no envio de armas para a Ucrânia