Última hora
This content is not available in your region

Pierre Marcolini é o "melhor chef pasteleiro do mundo em 2020"

euronews_icons_loading
Pierre Marcolini é o "melhor chef pasteleiro do mundo em 2020"
Direitos de autor  Euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Pela segunda vez na sua carreira, o mestre chocolateiro belga Pierre Marcolini foi distinguido com o prémio de melhor chef pasteleiro do mundo e a euronews conversou com o vencedor do galardão de 2020 na sua fábrica, nos arredores de Bruxelas.

“Este prémio é um marco numa carreira de 25 anos e espero receber mais, ainda não decidimos parar. É o um ponto alto na minha carreira e é importante para toda a equipa desta casa. Trabalhamos conceitos diferentes mas, sobretudo, trabalhamos de uma forma diferente. Tentamos fazer chocolates de forma responsável, fazemos alta pastelaria mas com os meios locais, evitamos usar químicos. Tentamos modernizar a confeitaria e o mundo do chocolate e o prémio é a consagração disse mesmo”, disse Marcolini.

A equipa é constituída por uma dezena e meia de pessoas que ajudam o mestre a desenvolver novas receitas, com inovação nos sabores e texturas. Marcolini diz que já não tem o "ardor desenfreado" dos primeiros tempos, mas continua a apostar na qualidade.

"Como é que se sabe que se fez um chocolate saboroso? Bem, é simples. É quando se tem esta reação judaico-cristã de terminar a caixa de chocolates e dizer "espero que ainda tenha sobrado um"", explicou o chefe.

Como em quase todos os setores económicos, o fabrico de chocolate também sente o impacto da crise da pandemia de Covid-19 e teme a incerteza sobre os próximos meses.

“Todos sofrem muito com o confinamento, todos sentem essas dificuldades, mesmo que sejam a níveis diferentes. Um dos níveis é a diminuição dos lucros porque temos menos turistas, temos falta de clientes. A segunda coisa com a qual sofremos é a falta de perspectiva sobre o futuro. Um empresário olha para a sua equipa - no caso são artesãos de chocolate - e tem de responder à pergunta "O que é que vai acontecer em dezembro?". Mas não sabemos o que responder e é angustiante", afirmou Pierre Marcolini.

Mas quase sempre otimistas, Pierre Marcolini e a sua equipa já preparam iguarias para as celebrações de Natal e de fim de ano, para trazer um pouco de doçura a estes tempos de confinamento.