Índia teme que contágio aumente com a festa das luzes

Mercado em Nova Deli
Mercado em Nova Deli Direitos de autor AP Photo
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Muitos indianos foram ao mercado, fazer compras para o Diwali, a festa das luzes. As festividades acontecem numa altura em que Nova Deli regista mais de 7 mil novos casos de infeção pelo novo coronavírus por dia.

PUBLICIDADE

Muitos indianos foram ao mercado, fazer compras para o Diwali, a festa das luzes. As festividades acontecem numa altura em que Nova Deli regista mais de 7 mil novos casos de infeção pelo novo coronavírus por dia. A Índia é o segundo país do mundo com mais infeções e o terceiro com mais mortes por Covid-19.

"Se compararmos com o negócio que fizemos no ano passado, temos apenas 40% agora. 60% dos clientes não vieram, porque todos têm medo da COVID", diz Jitender Sachdeva, comerciante.

"Não podemos deixar os nossos filhos saírem. Estamos a evitar locais com muita gente, como os mercados. Esta é a primeira vez que venho aqui e apenas para preparar o Diwali. Este ano está mesmo muito mau", afirma Vishali, residente na capital indiana.

As autoridades preveem que depois do festival, Nova Deli possa ver o número de casos diários disparar para 12 mil.

Foi proibido o lançamento de foguetes, para evitar o agravamento da poluição. Um estudo alemão mostra que a mortalidade por Covid-19 é maior em áreas mais poluídas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Agricultores indianos contestam reforma agrária

Festival do estrume marca fim do Diwali na Índia

Mais de mil tochas acesas na celebração Viking no Reino Unido