Objetos surrealistas como escape para a pandemia

Objetos surrealistas como escape para a pandemia
Direitos de autor AP Photo
De  Teresa Bizarro
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O CaixaForum, em Madrid, mostra um século de "Objetos de desejo". A exposição pode ser visitada até março de 2021

PUBLICIDADE

Da cadeira de Gaudi para a Casa Calvet, em Barcelona, à representação feita pelo Studio 65 do sofá em forma de lábios de Dali. Em Espanha, a CaixaForum de Madrid, abriu as portas aos surrelistas. A exposição "Objetos de Desejo" pretende ser o escape para a pandemia. 

A coleção já esteve no Museu do Design Vitra, na Alemanha, e inclui obras dos quatros cantos do mundo. Para Mateo Kries, diretor do museu da Vitra e curador da exposição, um olhar atento sobre as peças mostra a relevância de alguns designers ainda hoje. Mostra o que parece ser a representação de um cacto e explica: "parece um cacto, mas no Studio 65 pensaram que se pode pendurar o casaco aqui. O que é típico e surreal nisto é que existe uma discrepância entre a imagem e a função do objeto. Parece um cacto, mas tem uma função que se descobre com o uso. Tem o elemento da surpresa e da irracionalidade".

Entre as 279 obras, está o camiseiro do japonês Shiro Kuramata, desenhado em 1970, o candeeiro em forma de cavalo, do coletivo feminino sueco Front, já deste milénio, e a mesa com rodas de bicicleta de Marcel Duchamp, de 1913.

A organização olha para a exposição como uma forma de contornar os efeitos da pandemia.  

"Sei que há países que têm os museus fechados, mas os centros comerciais abertos. Aqui no Caixaforum estamos comprometidos com a Cultura. A cultura forma a nossa a imaginação. Estamos abertos, mantendo a distância de segurança, todas as medidas de higiene e reforçámos as visitas guiadas, porque são mais ricas," explica Isabel Salgado, diretora de exposições da fundação La Caixa.

"Objetos de desejo" é uma mostra que pode ser visitada até 21 março de 2021. As medidas de segurança por causa da Covid-19 obrigam à compra antecipada do bilhete através da internet.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Encontrada 'cápsula do tempo' com livros de 1875 nos EUA

Dani Alves considerado culpado de violação de uma mulher numa discoteca em Espanha

Agricultores espanhóis em protesto invadem centro de Madrid com centenas de tratores