Última hora
This content is not available in your region

Lisboa sofre com a falta de turistas

euronews_icons_loading
Traseuntes passam por uma loja fechada na zona da baixa pombalina de Lisboa
Traseuntes passam por uma loja fechada na zona da baixa pombalina de Lisboa   -   Direitos de autor  Tiago Petinga/ 2020 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
Tamanho do texto Aa Aa

Lisboa fechou as portas e nem todas voltarão a abrir. O cenário é negro para os comerciantes da capital portuguesa e 115 espaços comerciais já foram obrigados a encerrar no coração da cidade. As ruas estão vazias, faltam os habituais turistas e a culpa é da covid-19, que apenas veio revelar que o sucesso do comércio da capital não passava de um gigante com pés de barro.

Manuel Lopes é o presidente da Associação de Dinamização da Baixa Pombalina e coloca o dedo na ferida ao revelar que 70% do comércio estava diretamente dependente do turismo. Faltam residentes no centro de Lisboa e o regresso dos "clientes habituais" é fundamental para a sobrevivência do setor.

Também o setor da cultura atravessa sérias dificuldades, ainda que o impacto causado pela quebra no turismo seja menor. Este sábado centenas de trabalhadores dos espetáculos manifestaram-se no Campo Pequeno para pedir ajuda às autoridades e tentar evitar a "morte certa" da cultura em Portugal.

Alheia aos estragos que provoca, a covid-19 segue a sua marcha implacável. Só este domingo perderam a vida 73 pessoas com a doença em Portugal, tendo-se registado 4788 novos casos.

Nome do jornalista • Bruno Sousa

Editor de vídeo • Bruno Sousa