Última hora
This content is not available in your region

Nagorno-Karabakh é um terreno minado

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AP
euronews_icons_loading
Nagorno-Karabakh é  um terreno minado
Direitos de autor  Sergei Grits/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Nagorno-Karabakh é hoje, e literalmente, um terreno minado. Centenas de munições estão espalhadas pelo chão. Foram lançadas de um depósito de armas arménio que explodiu, sem explodirem elas mesmas.

A organização não-governamental Halo Trust, que trabalhou no processo de desminagem em Angola e que tem vindo a trabalhar região há duas décadas, tem agora a tarefa de tornar a área segura.

Koen Van Der West, desta ONG, explica que aquilo que eram trilhos através dos depósitos "estão cheios de munições que não explodiram". Mostra um morteiro largado no chão, negro devido ao fogo mas que não explodiu. Não explodiu "mas poderá ter explosivos no seu interior e, por isso, ainda é perigoso", adianta este perito.

Alguns dos dispositivos encontrados no terreno terão de ser detonados ali mesmo, depende do perigo que representam, outros serão removidos e destruídos noutro lugar.

Outro representante da mesma organização, Aro Backhshiyan, explica que é preciso verificar se, de facto, há um explosivo no seu interior. "O explosivo está aqui, podemos pegar neste item e destruí-lo noutro lugar", explica acrescentando que se trata de uma "ogiva de um __Grad", um veículo de artilharia da era soviética. "N__ão há rastilho, portanto pode ser retirado daqui, guardado em algum lugar para depois ser destruído", conclui.

Este tipo de armas representa o maior perigo mas a limpeza do terreno pode levar anos até estar terminada. O trabalho deve começar já na próxima semana.