Calor bate recorde na Austrália e incêndios alastram

Incêndios na Nova Gales do Sul
Incêndios na Nova Gales do Sul Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Já se registam fogos florestais nos arredores de Sydney e em vários pontos da Nova Gales do Sul.

PUBLICIDADE

As temperaturas abrasadoras têm trazido ainda mais gente às praias de Sydney, numa altura em que a cidade australiana registou mesmo um recorde: a temperatura mínima na noite de domingo foi de 25 graus, a mais quente de que há memória num mês de novembro. Os termómetros têm ultrapassado constantemente os 40 graus.

A região da Nova Gales do Sul, onde se situa Sydney, já está a debater-se com dezenas de incêndios. David Elliott, responsável da polícia local, lamenta que muitos habitantes não tenham noção do risco que correm, sendo que "90% do território deste Estado está potencialmente exposto à ameaça de incêndios como os que se viveram no ano passado".

Na verdade, as chamas já chegaram a Northmead, um subúrbio a oeste de Sydney.

Os incêndios do verão de 2019mataram 33 pessoas, incluindo 9 bombeiros, destruíram mais de 3 mil casas e consumiram 17 milhões de hectares.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Monchique recupera

Incêndio mortal numa fábrica abandonada na Catalunha

Sol de novembro pode ter empurrado 2020 para um recorde de calor