Última hora
This content is not available in your region

Eduardo Paes regressa ao poder no Rio de Janeiro

euronews_icons_loading
Eduardo Paes
Eduardo Paes   -   Direitos de autor  FABIO MOTTA/EPA
Tamanho do texto Aa Aa

O Rio de Janeiro volta a estar nas mãos de Eduardo Paes. O democrata, prefeito da cidade maravilhosa entre 2009 e 2016, não deu hipóteses a Marcelo Crivella e conquistou 68% dos votos na segunda volta das autárquicas brasileiras, reservada aos municípios com mais de 200 mil eleitores onde ninguém alcançou mais de metade dos votos na primeira volta.

Em São Paulo, Bruno Covas irá manter-se no cargo que ocupa desde 2018, quando João Dória saiu para se tornar governador do estado paulista. O candidato do Partido da Social Democracia Brasileira conseguiu 59% dos votos e manteve a maior cidade do país controlada pelo partido de centro direita.

Ainda assim, nem tudo foram rosas no partido, que continua a ser aquele que mais municípios controla mas perdeu cerca de 40% de cidades governadas relativamente às eleições anteriores.

Entre os grandes derrotados estão o presidente Jair Bolsonaro, que viu a maioria dos candidatos apoiada por ele derrotada e ainda assistiu à ascensão de alguns possíveis rivais para as eleições de 2022, e o Partido dos Trabalhadores, que pela primeira vez desde 1985 não controla nenhuma capital estadual.

Editor de vídeo • Bruno Sousa