Última hora
This content is not available in your region

Madrid inaugura hospital para o combate à covid-19

euronews_icons_loading
Madrid inaugura hospital para o combate à covid-19
Direitos de autor  Paul White/Copyright 2020 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

O Hospital Isabel Zendal abriu portas esta terça-feira perante o olhar atento da Presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso. Construído em tempo recorde para aliviar a carga das restantes unidades de saúde da região no combate à covid-19, desde o anúncio oficial do projeto, a 8 de junho, que o processo foi marcado pela polémica.

Em causa está a falta de pessoal no setor da saúde, um cenário que não se irá alterar uma vez que os perto de 700 funcionários da nova unidade serão transferidos de outros centros hospitalares. O processo de transferências voluntárias só recebeu 111 candidaturas e os trabalhadores do setor pedem mais contratações.

Alda Recas, Presidente da Associação Madrilena de Enfermagem, tem sido uma das vozes mais críticas. Considera que este tipo de estruturas não é adequado para combater uma pandemia e revela que existem várias camas vazias nos hospitais da região.

O futuro do novo hospital também é incerto. Construído especificamente para receber doentes de covid-19, não está equipado para funcionar como um hospital tradicional. Certo é que para já representou um investimento de 100 milhões de euros, o dobro do inicialmente previsto, e irá funcionar, para já, a menos de um quarto da sua capacidade.