Última hora
This content is not available in your region

Agência Europeia do Medicamento alvo de ciberataque

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Agência Europeia do Medicamento alvo de ciberataque
Direitos de autor  Peter Dejong/Copyright 2019 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

A Agência Europeia do Medicamento denunciou esta quarta-feira ter sido alvo de um ciberataque.

O organismo responsável pela aprovação de uma vacina contra o coronavírus na União Europeia anunciou a abertura "imediata de uma investigação", em colaboração com a polícia holandesa, já que a sua sede se encontra em Amesterdão desde o ano passado, em consequência do Brexit.

Num curto comunicado, a agência recusou dar "mais detalhes enquanto decorre o inquérito" e não adiantou se o incidente afetou a análise em curso há uma semana das autorizações de comercialização condicional das vacinas da Covid-19 desenvolvidas pela Pfizer/BionTech e pela Moderna.

Mas a Pfizer anunciou, em comunicado, que documentos ligados à sua vacina foram pirateados, embora tenha precisado que nem o seu sistema, nem o da BionTech foram "violados em relação com o incidente".

A Agência Europeia do Medicamento também está a analisar as vacinas desenvolvidas pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, bem como a da Johnson & Johnson.