Última hora
This content is not available in your region

Deputados argentinos aprovam despenalização do aborto

euronews_icons_loading
Ativistas pela liberdade de escolha da mulher celebram em Buenos Aires
Ativistas pela liberdade de escolha da mulher celebram em Buenos Aires   -   Direitos de autor  AP Photo/Victor R. Caivano
Tamanho do texto Aa Aa

A "Marea Verde" celebrou, nas ruas de Buenos Aires, a aprovação do projeto-lei do aborto pelos deputados da Argentina.

O diploma segue agora para o Senado, onde poderá votado ainda antes do final do ano depois de uma sessão na câmara baixa do Parlamento, com mais de 20 horas, que terminou com 131 votos a favor, 117 contra e seis abstenções.

É a segunda vez que a câmara alta do parlamento argentino é chamada a pronunciar-se sobre um diploma de despenalização do aborto.

O de 2018 esbarrou no senado e os opositores à lei, que também se manifestaram nas ruas, acalentam a esperança que este tenha o mesmo desfecho. Preveem-se dificuldades.

O tema é sensível na sociedade argentina e as opiniões dividem-se em todas as famílias políticas.

Se passar, o novo quadro legal permitirá o aborto até às 14 semanas de gestação.