Última hora
This content is not available in your region

Protestos alastram na Albânia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Tirana, Albânia
Tirana, Albânia   -   Direitos de autor  Hektor Pustina/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Protestos sobem de tom na Albânia. Pelo terceiro dia consecutivo, manifestantes concentraram-se frente à sede do governo, em Tirana. Contestam a atuação da polícia, que matou a tiro um homem que tinha desrespeitado o recolher obrigatório, na terça-feira.

O episódio levou à demissão do ministro albanês da Administração Interna dois dias depois. O polícia, autor do disparo, está detido. Decisão do tribunal esta sexta-feira até que seja concluída a investigação por "homícidio por excesso de força em autodefesa".

A morte de Klodian Rasha ocorreu na capital. A polícia diz que o albanês ignorou a ordem para parar e fugiu.

O primeiro-ministro Edi Rama já veio pedir desculpa pelo que chamou de comportamento "inexplicável e completamente irracional".

Os protestos desencadearam uma onda de indignação que se propaga agora a várias cidades albanesas. Tensão que se sente também no campo político entre o governo socialista e o principal partido da oposição que pede a demissão do executivo.