EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Vila Nova de Gaia realoca dinheiro da diversão para a solidariedade

Praça de Natal ambulante em Vila Nova de Gaia
Praça de Natal ambulante em Vila Nova de Gaia Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Filipa Soares
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dinheiro da diversão natalícia realocado para a solidariedade pela Vila Nova de Gaia

PUBLICIDADE

Se em tempos de pandemia as crianças não podem ir à Praça de Natal, a Praça de Natal vai ter com elas. Um camião gigante foi a solução encontrada pela Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia para compensar os mais pequenos, que este ano ficaram privados das diversões que costumam ser instaladas no centro da cidade portuguesa na época natalícia.

Mas a autarquia não esqueceu também os adultos. A verba de 350 mil euros que custaria a instalação da Praça de Natal foi realocada para ajudar as famílias mais carenciadas e as instituições de cariz social.

"Aquilo que nós entendemos é que há neste momento carências suficientes geradas já por este período, ou de lay-off ou mesmo de desemprego, de perda de rendimentos, que justificariam a afetação desse dinheiro e de mais algum a um conjunto de apoios, seja o apoio ao arrendamento, emergência social, o fornecimento dos cabazes às famílias mais carenciadas e no fundo dar um uso ao dinheiro que não fosse exatamente a fruição da Praça de Natal, mas que fosse igualmente a identificação de um espírito de Natal e ao mesmo tempo a resolução de um problema sério, que as pessoas enfrentam", explica Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova Gaia.

Numa parceria com um grupo privado, a Câmara Municipal decidiu distribuir três mil caixas com produtos alimentares às famílias mais necessitadas, como a de Adelaide Silva, que, apesar de trabalhar, não ganha o suficiente para pagar as contas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Europa reforça restrições para o Natal

Vaticano antecipa Missa de Natal para respeitar recolher obrigatório

Pais e mães Natal apoiam vítimas da Covid