Última hora
This content is not available in your region

Madrid acorda ainda vestida de branco

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira  & Juan Carlos de Santos com AFP/AP
euronews_icons_loading
Madrid acorda ainda vestida de branco
Direitos de autor  Andrea Comas/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved
Tamanho do texto Aa Aa

Madrid acordou, este domingo, ainda sob um imenso manto branco, o rescaldo do histórico nevão de sábado, na capital espanhola.

A circulação rodoviária e ferroviária continuava estar condicionada enquanto a neve ia derretendo, lentamente.

Para os madrilenos o que se viveu foi, de facto, inusitado. Uma senhora contava à euronews que ajudaram a desbloquear um condutor com pás, o que demorou um pouco mas este lá seguiu o seu caminho. Já uma jovem referia que viu uma moto 4 a tentar andar, mas sem sucesso, e guindastes emperrados, coisas que talvez não esperasse algum dia ver.

Mas a neve tem o seu lado bom, sobretudo para as crianças, ainda que não só, já que, e muito provavelmente, nunca a tinham visto numa cidade onde ver nevar é um fenómeno.

Para lá das batalhas com bolas de neve o aeroporto de Barajas, o principal de Madrid, que já se debatia com a crise provocada pela pandemia de Covid-19, viu-se obrigado a encerrar e as operações só se esperava serem retomadas na tarde deste domingo.

Mas não foi só em Madrid que as tempestades de neve surpreenderam. Noutras regiões elas provocaram cortes no fornecimento de eletricidade e no abastecimento de água. As intempéries fizeram, pelo menos, quatro vítimas mortais.