Última hora
This content is not available in your region

Nevão gera caos em Madrid e suspende atividade no aeroporto de Barajas

euronews_icons_loading
Nevão gera caos em Madrid e suspende atividade no aeroporto de Barajas
Direitos de autor  Manu Fernandez/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

O mau tempo em Espanha fez já pelo menos quatro mortos. A depressão Filomena deixou 10 províncias do país em alerta vermelho, e, com aquela que alguns descrevem como maior queda de neve dos últimos 80 anos, tornou-se num pesadelo para os habitantes da capital.

A Aena, entidade gestora do Aeroporto Adolfo Suarez Madrid-Barajas, anunciou a suspensão da atividade do principal aeroporto do país durante sábado e as autoridades locais encerraram os transportes públicos e suspenderem a recolha do lixo.

Mas o caos pode ainda agravar-se. As viagens de comboio regionais foram canceladas, os autocarros só podem circular dentro da cidade e as estradas principais estão cortadas.

As autoridades recomendam não usar transporte próprio e os serviços de emergência tiveram mais de 500 chamadas relacionadas com a neve. Centenas de pessoas estavam ainda durante a manhã a ser socorridas pelo exército, após terem ficado presas durante toda a noite dentro dos seus carros

As autoridades estimam que a neve acumulada possa chegar aos 50 centímetros nas regiões montanhosas. É ainda previsto que as atuais condições climatéricas se mantenham durante todo o fim-de-semana.