Última hora
This content is not available in your region

Mau tempo atrasa entrega de vacinas em Itália

euronews_icons_loading
Mau tempo atrasa entrega de vacinas em Itália
Direitos de autor  AP Photo/Matthias Schrader
Tamanho do texto Aa Aa

O mau tempo que se faz sentir na Europa atrasou a distribuição do segundo fornecimento, em Itália, das vacinas contra a Covid-19 desenvolvidas pela Pfizer/BioNTech.

De acordo com o responsável pela gestão da pandemia no país, Domenico Arcuri, prevê-se que seis aviões, com cerca de 470.000 doses, aterrem em vários aeroportos da península, incluindo Milão e Roma, na terça ou quarta-feira. As vacinas serão distribuídas pelo resto do território até 31 de dezembro.

Depois de terem sido registados atrasos no calendário de entrega em Itália, Espanha e outros sete países da União Europeia, devido às más condições climatéricas, a Pfizer informou que os envios prosseguirão como previsto.

À semelhança do que aconteceu em quase todo o bloco, também em Itália a vacinação contra o novo coronavírus teve início no domingo.

Segundo o ministério italiano da Saúde, o país registou 11.224 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas e 659 mortes.