Última hora
This content is not available in your region

Veja aqui a Tomada de posse da nova administração dos EUA

euronews_icons_loading
Joe Biden
Joe Biden   -   Direitos de autor  PATRICK SEMANSKY/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Tamanho do texto Aa Aa

Joseph Robinette Biden tornou-se o 46º presidente dos EUA e Kamala Harris vice-presidente do governo norte-americano, numa cerimónia nunca antes vista, colocando a dupla Donald Trump e Mike Pence no passado.

Cerimónia completa da Tomada de Posse, com comentário do jornalista Ricardo Figueira:

19h56 (CET) Trump não esteve presente na cerimónia

O ex-presidente dos EUA nunca aceitou o resultado das eleições, alegando "fraude" desde o início. A vitória de Biden nunca foi reconhecida pelo adversário republicano. Donald Trump tinha dito que não iria estar presente na cerimónia de Tomada de posse da nova administração e não esteve. Tornou-se assim o primeiro chefe de Estado dos EUA a não estar presente na cerimónia de Tomada de posse. Mike Pence, ex-vice-presidente do governo de Trump, marcou presença na cerimónia, acompanhado pela mulher, duas semanas depois de ter reconhecido a vitória de Joe biden, mesmo debaixo de alegadas pressões.

19h23 (CET) Joe Biden assina "primeiros documentos" presidenciais

O presidente dos EUA assinou, na sala oval, o documento que o torna oficialmente o 46º presidente norte-americano. Biden também deverá assinar ainda hoje uma série de decretos presidenciais, como a suspensão da construção do muro da fronteira com o México, a anulação da retirada dos EUA da lista de países da Organização Mundial da Saúde e a anulação da saída do Acordo de Paris.

17h54 (CET) Biden faz primeiro discurso como presidente norte-americano

O 46º presidente dos EUA admitiu uma transição "tranquila", no discurso, e pediu aos norte-americanos resiliência porque "ainda há muito por fazer".

"A democracia prevaleceu", disse Biden. No fim do discurso, o presidente norte-americano pediu para que se comece um novo capítulo história do país, e que era preciso "começar de novo" e mostrar ao mundo que "somos os Estados Unidos da América", usando a palavra "união" mais do que uma vez em todo o discurso.

Brendan Smialowski/AFP
Joe Biden abraça a primeira-dama logo após juramentoBrendan Smialowski/AFP

17h44 (CET) Joe Biden já é presidente dos EUA

Depois de prestado juramento, Joe Biden torna-se o 46º presidente do governo norte-americano.

Joe Biden - que sucede a Donald Trump, depois de ter vencido o republicano nas eleições presidenciais de 03 de novembro - prestou juramento na escadaria oeste do Capitólio, numa cerimónia sob um forte dispositivo de segurança, após o violento ataque ao Congresso, na passada semana, por uma multidão de apoiantes de Donald Trump.

17h34 (CET) Kamala Harris torna-se a primeira mulher vice-presidente dos EUA

A ex-senadora norte-americana da Califórnia também é a primeira pessoa negra e a primeira pessoa de ascendência sul-asiática eleita para a vice-presidência.

Kamala Harris foi investida por Sonia Sotomayor, a primeira latina a ocupar um lugar no Supremo Tribunal dos Estados Unidos.

O agora ex-vice-Presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, em representação do chefe de Estado cessante, Donald Trump, ausente da cerimónia, estava sentado um pouco ao lado do local em que Harris jurou cumprir a Constituição dos Estados Unidos, enquanto Lady Gaga cantava o hino nacional norte-americano, acompanhada pela Banda Militar dos Fuzileiros.

Kamala Harris é a primeira mulher a ocupar o cargo de vice-Presidente dos Estados Unidos, depois de um percurso marcado por romper regras e tradições na vida política norte-americana.

Hoje, a ex-senadora entrou na Casa Branca como vice-Presidente, mas certamente com os olhos postos nas eleições presidenciais de 2024, com vários analistas a considerar que, aos 77 anos, o 46.º Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, hoje empossado, não ensaiará uma recandidatura.

Patrick Semansky/AP Photo
Juramento de Kamala Harris como vice-presidente dos EUAPatrick Semansky/AP Photo

16h52 (CET) Convidados chegam ao Capitólio para a cerimónia

Michelle Obama, Barack Obama, Hillary Clinton, Bill Clinton, George W. Bush e Laura Bush, jentre outros convidados, já chegaram à cerimónia.

Patrick Semansky/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.
Joe Biden e Barack Obama durante a cerimóniaPatrick Semansky/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved.

16h15 (CET) É um novo dia, diz Biden no Twitter

Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que um “novo dia” amanhece na América, a menos de três horas de ser empossado como sucessor do republicano Donald Trump.

Na sua conta da rede social Twitter, Biden deixou uma mensagem de esperança - "É um novo dia na América" - depois de ter assistido a uma cerimónia religiosa na igreja de São Mateus, em Washington, acompanhado da mulher, Jill, e da sua futura vice-Presidente, Kamala Harris.

Dentro de pouco mais de três horas, Biden subirá as escadas do Capitólio para ser empossado como 46.º Presidente dos EUA.

15h38 (CET) Greta Thunberg partilha despedida de Trump acompanhada de uma frase irónica

"Parece um velho homem muito feliz a olhar para um futuro brilhante. É tão bom de ver!". escreveu a jovem ativista acompanhando as declarações com uma fotografia do momento em que Trump entra no helicóptero e se despede da Casa Branca.

14h20 (CET) Donald Trump abandona a Casa Branca

Quando faltam três horas para o fim do seu mandato presidencial, Donald Trump deixou a Casa Branca, em direção à Florida. Antes de entrar no helicóptero presidencial ‘Marine One’, numa curta declaração à imprensa afirmou ter sido uma “grande honra” ter desempenhado cargo de Presidente dos Estados Unidos. O presidente cessante admitiu também que iria voltar, em breve.

“Quero dizer adeus, mas espero que não seja um adeus de longo prazo. Vamos-nos voltar a encontrar”, salientou.

O Presidente cessante também desejou boa sorte à nova Administração norte-americana, que será liderada por Joe Biden e admitiu que a nova presidência vai fazer um bom trabalho por ter "boas bases" para tal, elogiando o próprio trabalho nos últimos anos.