Última hora
This content is not available in your region

General Motors corta produção em várias fábricas

euronews_icons_loading
General Motors corta produção em várias fábricas
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

A General Motors anunciou uma suspensão temporária em três fábricas nos Estados Unidos, México e Canadá e uma redução para metade numa quarta unidade de produção, na Coreia do Sul.

As paragens nas várias linhas de produção são justificadas pela escassez de chips fabricados em Taiwan e usados em vários modelos do fabricante automóvel norte-americano.

A GM diz estar a "avaliar o impacto global" da falta de componentes eletrónicos e frisa que o seu objetivo é "manter a produção dos modelos com maior procura".

A escassez de microprocessadores está a afetar fabricantes automóveis em todo o mundo, como a Honda, a Nissan, a Volkswagen ou a Daimler.

Na semana passada, a Ford viu-se obrigada a reduzir a produção na fábrica de Chicago e o problema está a afetar também outras instalações da marca.

A falta de chips para o setor é consequência da redução da produção nos primeiros meses da pandemia, em 2020, à qual se juntou um aumento da procura de microprocessadores noutros setores, como das consolas de jogos e outro equipamentos eletrónicos.