Última hora
This content is not available in your region

Recolher noturno obrigatório em Maputo

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira com AFP
euronews_icons_loading
Maputo, Moçambique
Maputo, Moçambique   -   Direitos de autor  Euronews/AFP
Tamanho do texto Aa Aa

Está em vigor, na área metropolitana de Maputo, a capital moçambicana, um recolher obrigatório entre as 21:00 e as 04:00 da manhã. O objetivo é travar o aumento no número de casos e mortes por Covid-19 naquela que é a região do país mais afetada pela pandemia.

O anúncio foi feito quinta-feira à noite pelo presidente de Moçambique. Filipe Nyusi detalhou outras 20 medidas para os próximos 30 dias e que se juntam às restrições já em vigor no âmbito do estado de calamidade.

O comércio passa a funcionar entre 09:00 e as 19:00 de segunda a sábado e até às 16:00 no domingo. Os restaurantes encerram até às 20:00 todos os dias.

Ficam proibidasm e entre outras coisas, as celebrações religiosas, desportivas, conferências e eventos sociais privados. O regresso às aulas presenciais volta a ser adiado, para todos os níveis de ensino.

O chefe de Estado revelou ainda que o país pretende adquirir mais vacinas do que as previstas através do mecanismo internacional Covax. A vacinação, frisou Nyusi, começará com "o pessoal de saúde e em risco de contágio".

Só em janeiro Moçambique registou mais casos, internamentos e mortes por Covid-19 do que em todo o ano de 2020.

Editor de vídeo • Nara Madeira