EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Alemanha, Polónia e Suécia expulsam diplomatas russos

Alemanha, Polónia e Suécia expulsam diplomatas russos
Direitos de autor Janerik Henriksson/Janerik Henriksson/TT
Direitos de autor Janerik Henriksson/Janerik Henriksson/TT
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Alemanha, a Polónia e a Suécia anunciaram, esta segunda-feira, a expulsão de diplomatas russos em serviço nos respetivos países. Trata-se de uma represália por uma medida idêntica decidida na sexta-feira por Moscovo.

PUBLICIDADE

A Alemanha, a Polónia e a Suécia anunciaram, esta segunda-feira, a expulsão de diplomatas russos em serviço nos respetivos países. Trata-se de uma represália por uma medida idêntica decidida na sexta-feira por Moscovo.

Nesse dia, a Rússia declarou ‘persona non grata’ diplomatas da Alemanha, Polónia e Suécia, acusando-os de participar em manifestações de apoio ao opositor Alexei Navalny, detido desde 17 de janeiro. O anúncio foi feito no dia da visita do chefe da diplomacia europeia Josep Borrel a Moscovo.

Cada um dos países vai expulsar um diplomata russo em serviço nos seus territórios.

A Rússia já reagiu à decisão tomada pelos três países. Em declarações à televisão pública russa, a porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova, classificou a medida como "infundada" e "hostil", denunciando de novo a "ingerência" ocidental nos assuntos internos da Rússia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia ameaça cortar relações com a União Europeia

Borrell defende visita à Rússia junto de eurodeputados

Suécia diz que avião de guerra russo violou o seu espaço aéreo