Manifestantes abatidos com balas reais no Myanmar

Manifestantes abatidos com balas reais no Myanmar
Direitos de autor ASO/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Elementos dos media e profissionais de saúde, denunciaram o uso de balas reais durante ação das autoridades contra manifestantes na cidade de Mandalai, no Myanmar. Pelo menos duas pessoas morreram e vinte ficaram feridas.

PUBLICIDADE

Violenta repressão das forças policiais contra manifestantes no Myanmar. Pelo menos duas pessoas morreram e 20 ficaram feridas durante protestos pela democracia e contra o golpe da junta militar. Aconteceu na cidade de Mandalai, junto a um estaleiro naval.

Testemunhas, ligadas aos media e serviços de saúde, garantiram terem sido usadas pela polícia balas reais, além de projécteis de borracha e esferas lançadas por fisgas.

A polícia ainda não comentou, ao contrário do que sucedeu com a recente morte da adolescente Mya Thwet Thwet Khine, baleada na cabeça, num cenário de protestos em que as autoridades negaram o uso de balas reais.

Os manifestantes opõem-se ao golpe militar do dia 1 e exigem a libertação dos líderes políticos eleitos nas recentes legislativas, incluindo a chefe de governo de facto e principal vencedora do escrutínio, Aung San Suu Kyi.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Exército do Myanmar banido do Facebook e do Instagram

Greve geral paralisa Myanmar

"Queremos democracia". Myanmar palco de um dos maiores protestos desde o golpe militar